Prevalence of psychosomatic lesions in the oral cavity in police officers from the State of Alagoas

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i5.14830

Keywords:

Oral Diagnosis; Occupational Stress; Psychosomatic medicine.

Abstract

This article addresses a survey of the prevalence of psychosomatic diseases with repercussions in the oral cavity in individuals who demand from the Military Police of Alagoas (PMAL). The research aimed to identify the frequency of these injuries in military police officers belonging to the 1st Battalion of PMAL, relating them to factors such as age group, gender, professional activity and rank. The hypothesis raised was that stress at work may contribute to the emergence of psychosomatic oral lesions in PMAL police officers. This is a cross-sectional analytical study with a quantitative and qualitative approach in patients who demand from the 1st Battalion of the Military Police of Alagoas. The methodology used was based on an interview followed by a clinical examination of the oral cavity in each of the policemen included in the research and was based on a bibliographic review on the subject. Cases of recurrent aphthous ulceration, cold sores, bruxism, xerostomia, nibbling mucosa and geographical tongue were detected through the exams and reports of the patients. Studies show a prevalence of injuries similar to that observed in the general population, with no significant differences in relation to gender, age group, patent and professional activity. The importance of the correct diagnosis of lesions in the oral cavity is emphasized in order to guide, treat and provide a better quality of life to patients.

References

Alves, V. L.P. & Lima, D. L. (2016). Percepção e enfrentamento do psicossomático na relação médico-paciente. Psicologia e Pesquisa, 32 (3). 1-9.

Barbosa, J. S. S., Santana, M. G. R. & Macedo, S. (2020). Sintomas Psicossomáticos e stresse no trabalho de bombeiros militares: tecendo relações. Lumen, 29 (1). 09-26.

Carvalho, S. C. A., Carvalho, A. L. A., Lucena, S. C., Coelho, J. P. S. & Araújo, T. P. B. (2008). Associação entre bruxismo e estresse em policiais militares. Revista Odonto Ciência. 23 (2). 125-129.

Carvallho, M. L. (2016). Qualidade de vida no trabalho versus condições psicossomáticas advindas do mercado de trabalho. REGRADE, UNIVEM, 9 (1). 67-84.

Costa, A. R. F. et al. (2015). Orientações Metodológicas para Produção de Trabalhos Acadêmicos. Edufal.

Cruz, M. C. F. N., Braga V. A. S., Garcia, J. G. F., Lopes, F. F. & Maia E. C. S. (2008). Condições bucais relacionadas com o estresse: uma revisão dos achados atuais. Revista da Faculdade de Odontologia de Porto Alegre. 49 (1). 8-11.

Estado de Alagoas, Secretaria de Estado da Defesa Social, Polícia Militar de Alagoas, Centro de Assistência Social. (2012). Relatório da pesquisa: Estresse e qualidade de vida no trabalho dos Policiais Militares de Alagoas - unidade

Kignel, S. et al. (2013). Estomatologia: Bases do Diagnóstico para o Clínico Geral. Santos.

Mateus, M. J. R., Duarte, I. L., Gondim, V. M. L. & Sobral A. P. V. (2006). Avaliação do nível de estresse e sua correlação com o surgimento do herpes labial recorrente. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde. 19 (1). 35-39.

Neville, B. W., Damm, D. D., Allen, C. M. & Bouquot, J. E. (2009). Patologia Oral e Maxilofacial. Guanabara Koogan

Pelegrini, A., Cardoso T. E., Claumann G. S., Pinto A. A. & Felden E. P. G. (2018). Percepção das condições de trabalho e estresse ocupacional em policiais civis e militares de unidades de operações especiais. Cad. Bras. Ter. Ocup, 26 (2). 423-430.

Rabelo, L. D. B. C., Silva, J. M. A. & Lima, M. E. A. (2018). Trabalho e adoecimento psicossomático: reflexões sobre o problema do nexo causal. Psicologia: Ciência e Profissão, 38 (1). 116-128.

Reche, R., Gomes, M. S., Pinto, J. N. & Dick N. R. M. (2018). Associação entre bruxismo e a qualidade do sono em policiais militares. Revista saúde e desenvolvimento humano, 6 (1). 1-14.

Rangel, F. B. (2009). Sintomas Psicossomáticos e a Organização do Trabalho: um estudo em uma IES. XXXIII Encontro da ANPAD.

Reis, K. S. & Godinho L. B. R. (2018). Psicossomática: uma visão holística do homem. Revista Cippus - Unilasalle, 6 (1). 1-14.

Sarranzi, H. C. & Maia, P. R.M. (2020). Disfunção Temporomandibular e hábitos parafuncionais em policiais militares: um estudo transversal. Arq Odontol, 56 (21). 1-10.

Santos, R. O. B., Hauer, R. D. & Furtado T. M. G. (2019). O sofrimento psíquico de policiais militares em decorrência de sua profissão. Revista Gestão e Saúde, 20 (2). 14-27.

Scarabelot, V. L. (2010). Análise de Fatores Psicológicos e Sistêmicos Associados à Queixa de Xerostomia. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Silva, O. J., Ferreira S. K. A., Silva S. F., Bergamini, G. B. Samuelsson, E,, Joner, C., Schneider L. F. & Menz P. R. (2017). A correlação existente entre o estresse no ambiente de trabalho e doenças psicossomáticas. Revista científica da Faculdade de Educação e o Meio Ambiente, 8 (2). 2179-4200.

Zanelli, J. C. et. al. (2010). Estresse nas Organizações de Trabalho compreensão e intervenção baseadas em evidências. Artmed.

Published

05/05/2021

How to Cite

SILVA, I. M. A. da .; MELO , Érika P. S. .; BORGES , L. de O. C. .; SILVA , J. B. .; SANTOS , L. C. O. dos . Prevalence of psychosomatic lesions in the oral cavity in police officers from the State of Alagoas. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 5, p. e22710514830, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i5.14830. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14830. Acesso em: 29 jan. 2023.

Issue

Section

Health Sciences