The influence of the diagnosis of autism on the professional path of the mothers of Florianópolis

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i5.15261

Keywords:

People management; Professional career; Autistic mother.

Abstract

Women who become mothers and are faced with their children's autism diagnosis, have to adapt life to a new reality. Within this change, the subject of professional career is included, in which they may or may not interrupt it or even change it depending on the situation. Given the above, the objective of this study was to understand the influence of the child's autism diagnosis on the professional trajectory of mothers belonging to the Greater Florianópolis region. Regarding the methodology, it is reported that it was an applied, exploratory and quantitative study. As a data collection strategy, a questionnaire with 76 questions was used, which was sent to 379 mothers of autistic children. The contingent of respondents was compatible with the minimum projected sample. The results showed the profiles and changes that occurred after receiving the children's diagnosis, which, in the end, allowed the identification of similarities and disparities in the professional trajectories of these women, which allowed them to understand their choices.

Author Biographies

Luiara Santiago Borges, Universidade Federal de Santa Catarina

Luiara Santiago Borges é estudante no curso de bacharel em Administração na Universidade Federal de Santa Catarina e mãe de um menino autista.

Marcos Baptista Lopez Dalmau, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária - PPGAU/UFSC

Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA/UFSC

References

Almeida, M. S. (2014). Elaboração de projeto, tcc, dissertação e tese: uma abordagem simples, prática e objetiva. 2ed. São Paulo: Atlas.

Bosa, C. A. (2006). Autismo: intervenções psicoeducacionais. Revista Brasileira de Psiquiatria, 1(28), 47-53. http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbp/v28s1/a07v28s1.pdf.

Borges, L. S. (2020). A influência do diagnóstico de autismo na trajetória profissional das mães da Grande Florianópolis. Trabalho de Curso de Bacharel em Administração. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis/SC. https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/218163.

Brito, A. L. P. (2020). Direito, (r)evolução e trabalho: uma discussão do papel do estado frente aos impactos da quarta revolução industrial. Dissertação de Mestrado em Direito. Centro Universitário Christus, Fortaleza/CE. https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/1011.

Carvalho, M. B., & Marcelino, C. A. A. S. (2019). Trabalho e sociabilidade. Curitiba: InterSaberes.

Ceribelli, H. B., & Silva, E. R. (2017). Interrupção voluntária da carreira em prol da maternidade. Revista pensamentos contemporâneo em Administração, 11(5), 116-139. http://www.spell.org.br/documentos/ver/48642/interrupcao-voluntaria-da-carreira-em-prol-da-maternidade.

Ciampa, A. L., Melo, P., Mele, C.; & Peixoto, A. M. M. (2014). Marketing pessoal e empregabilidade: do planejamento de carreira ao networking. São Paulo: Érica.

Ferreira, I. C., Costa, J. J., & Couto, D. P. (2018). Implicações do diagnóstico de autismo para a vivência da maternidade. Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas, 3(5), 431-448. http://periodicos.pucminas.br/index.php/pretextos/article/view/15936/13020.

Fontura, D. S. (2015). Mães azuis, trajetórias de mães de autistas de Porto Alegre. Monografia de Bacharel em Ciências Sociais. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS. :https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/132399/000983733.pdf?sequence=1&isAllowed=y.

Gaiato, M. (2018). S.O.S autismo: guia completo para entender o Transtorno do Espectro Autista. São Paulo: nVersos.

Gaiato, M.; Teixeira, G. (2018). Reizinho autista: guia para lidar com comportamentos difíceis. São Paulo: nVersos.

Gil, A. C. (2018). Como elaborar projetos de pesquisa. 6ed. SãoPaulo: Atlas.

Grandin, T. (2015). O cérebro autista. Rio de Janeiro: Record.

Julião, J. R. et al. (2019). A relação entre maternidade e mercado de trabalho: um estudo sob a perspectiva de uma mãe trabalhadora. Research, Society and Development, 8(4), 1-9. https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo;jsessionid=4CDF28BDCB6660D25C1EE30319A7F12D.dialnet01?codigo=7164682.

Leopoldino, C. B. (2015). Inclusão de autistas no mercado de trabalho: uma nova questão de pesquisa. Revista Eletrônica Gestão & Sociedade, 9(22), 853-868. https://www.gestaoesociedade.org/gestaoesociedade/article/view/2033.

Lozada, G., & Nunes, K. S. (2018). Metodologia científica. Porto Alegre: SAGAH.

Machado, R. A. (2018). A reinserção da mulher no mercado de trabalho no período da pós-maternidade. Trabalho de Conclusão de Curso de Bacharel em Administração. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS. https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/184950/001080383.pdf?sequence=1&isAllowed=y.

Mattar, F. N. (2014). Pesquisa de marketing: metodologia, planejamento, execução e análise. 7ed. Rio de Janeiro: Elsevier.

Medina, P. F. (2016). Carreiras de profissionais que atuam em coworking: entre os novos arranjos e os velhos hábitos de trabalho. Dissertação de Mestrado em Psicologia. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis/SC. https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/168250/340501.pdf?sequence=1&isAllowed=y.

Montenegro, M. A., Celeri, E. H. R., & Casella, E. B. (2018). Transtorno do Espectro Autista - TEA: manual prático de diagnóstico e tratamento. Rio de Janeiro: Thieme Revinter Publicações.

Moura, M. (2016). Curso de direito do trabalho. 2ed. São Paulo: Saraiva.

Oliveira, D. P. R. (2018). Como elaborar um plano de carreira para ser um profissional bem-sucedido. 3ed. São Paulo: Atlas.

Opas - Organização Pan-Americana da Saúde. (2017). Folha informativa - transtorno do espectro autista. https://www.paho.org/bra/index.php?Itemid=1098.

Peixoto, A. L. A., Janissek, J., & Aguiar, C. V. N. (2015). Autopercepção de empregabilidade. In: K P., Palacios, & A. L. A., Peixoto, Ferramentas de diagnóstico para organizações e trabalho: um olhar a partir da psicologia. (p.p 169-181). Porto Alegre: Artmed.

Pinto, F. N. S. (2015). Duas faces da mulher contemporânea: carreira e maternidade. Dissertação de Mestrado em Psicologia. Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro/RJ. https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=25556@1.

Prodanov. C. C. (2013). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2ed. Novo Hamburgo: Feevale.

Santos, C. M., Neto Carvalho, A., Oliveira, P., & Andrade, J. (2019). Reforçando a contribuição social de gênero: a servidora pública qualificada versus a executiva. Revista de Administração Pública, 53(1), 101-123. http://www.spell.org.br/documentos/ver/52660/reforcando-a-contribuicao-social-de-genero--a-servidora-publica-qualificada-versus-a-executiva.

Tenente, L. (2018). Aprovado em computação é um dos 488 alunos com autismo nas universidades do Brasil: ‘não somos perdedores’. G1. Educação. 2 de abril. https://g1.globo.com/educacao/noticia/aprovado-em-computacao-e-um-dos-488-alunos-com-autismo-nas-universidades-do-brasil-nao-somos-perdedores.ghtml.

Trevizan, K. (2019). Pesquisa mostra que 30% das mulheres deixam trabalho por causa dos filhos; homens são 7%. G1. Concursos e empregos. 10 de maio. https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2019/05/10/pesquisa-mostra-que-30percent-das-mulheres-deixam-trabalho-por-causa-dos-filhos-homens-sao-7percent.ghtml.

Volkmar, F. R., & Wiesner, L. A. (2019). Autismo: guia essencial para compreensão e tratamento. Porto Alegre: Artmed.

Published

16/05/2021

How to Cite

BORGES, L. S.; DALMAU, M. B. L. . The influence of the diagnosis of autism on the professional path of the mothers of Florianópolis. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 5, p. e56710515261, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i5.15261. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15261. Acesso em: 29 jan. 2023.

Issue

Section

Human and Social Sciences