The profile of e-commerce consumers: a case of study for the city of Dourados (MS)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i2.22236

Keywords:

E-commerce; Consumers; Internet.

Abstract

This article analyzes the variables that influence consumers in making the decision between buying products in physical stores or virtual stores. For this, a field research was carried out in the city of Dourados (MS), through which 384 individuals were interviewed. With these data, a descriptive and econometric analysis was performed using the logit model, which identified as statistically significant variables the individuals' marital status, income and education level. The results also showed that 58% of respondents have an income between a minimum wage and 2 thousand reais. In addition, just over 60% of respondents trust to make purchases online, they, however, do not feel secure in providing their personal data. Among individuals who have already shopped online, 79% of respondents, most make few purchases and the main items purchased are, in general, clothing and electronics. The main motivating factors for carrying out this type of transaction are: price, convenience, practicality and variety of products. The demotivating factors are the delivery time and the lack of physical contact with the product. Furthermore, the probability of buying online increases by 18.72% if the individual is single, 9.72% if the individual has an income between BRL 1,000.00 and BRL 2,000.00 and 18.31% when the individual has completed higher education. With this, it can be concluded that although e-commerce still generates some distrust for some people, it had good acceptance among Douradense’s consumers.

Author Biographies

Matheus Molinari Ferreira, Universidade Federal da Grande Dourados

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Grande Dourados.

Roselaine Bonfim de Almeida, Universidade Federal da Grande Dourados

Doutorado em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – Universidade de São Paulo (ESALQ/USP). Professora adjunta da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia e da Pós-graduação em Agronegócios da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Dourados. Mato Grosso do Sul, Brasil.

Jonathan Gonçalves da Silva, Universidade Federal da Grande Dourados

Jonathan Gonçalves da Silva é Professor Adjunto da Universidade Federal da Grande Dourados, onde tem desenvolvido suas pesquisas em temas relacionados à transição do Brasil para uma economia de baixo carbono. Além disso, tem estudado, por mais de dez anos, alternativas economicamente viáveis para reduzir o desmatamento nos biomas Amazônia, Cerrado, bem como das emissões de gases de efeito estufa decorrentes desse processo. O Prof. Jonathan Gonçalves da Silva foi pesquisador visitante na Universidade de Monash (Austrália) e é doutor em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo.  

References

Almeida, D. F. (2015). A tributação do comércio eletrônico nos Estados Unidos da América e na União Europeia. Almedina.

Angelo, C. F. & Silveira, A. G. (2000). Finanças no varejo. Atlas.

Assunção, W. S., Fagundes, P. F. & Révillion, A. S. P. (2019). Comércio eletrônico. Sagah.

Castells, M. (2003). A galáxia da internet — reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Zahar.

Coelho, L. S., Oliveira, R. C. & Alméri, T. M. (2013). O crescimento do e-commerce e os problemas que o acompanham: a identificação da oportunidade de melhoria em uma rede de comércio eletrônico na visão do cliente. Revista de Administração do Unisal, 3 (3), 63-85.

Costa, G. C. G. (2007). Negócios Eletrônicos – uma abordagem estratégica e gerencial. Ibpex.

Costa, S. C. B. & Ruiz, J. M. (2011). Comércio Eletrônico. Revista Eletrônica Novo Enfoque, 13 (13), 150-157.

E-bit. (2020). 42ª Relatório Webshoppers. https://company.ebit.com.br/webshoppers/webshoppersfree

E-bit. (2021). 43ª Relatório Webshoppers. https://company.ebit.com.br/webshoppers/webshoppersfree

Figueiredo, I. L. (2009). Histórico do Comércio Eletrônico. www.oficinadanet.com.br/artigo/1718/historico_do_comercio_eletronico

Freire, M. C. M. & Pattussi, M. P. (2018). Tipos de estudo. In: Estrela, C. (Org.). Metodologia científica: ciência, ensino, pesquisa. Porto Alegre: Artes Médicas, 109-127.

Galinari, R., Cervieri Junior, O., Teixeira Junior, J. R. & Rawet, E. L. (2015). Comércio eletrônico, tecnologias móveis e mídias sociais no Brasil. BNDES Setorial, 41 (41), p.135-180.

Gujarati, D. (2006). Econometria básica. Elsevier.

Hall, R. E. & Liberman, M. (2003). Microeconomia Princípios e Aplicações. Pioneira Thomson Learning.

Hoffmann, R. (2006). Estatística para Economistas. Cengage Learning.

Ibge (2018). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Acesso à internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal 2018. https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101705_informativo.pdf

Macedo, D., Kovaleski, J. L., Betim, M. T. & Matos, S. N. (2013). Comércio eletrônico: identificação do perfil do e-consumidor. Revista da Fae, 1 (16), 90-103.

Mankiw, N. G. (2020). Introdução à Economia. Gengage.

Mansfield, E. & Yohe, G. (2006). Microeconomia. Saraiva.

Novaes, S. F. & Gregores, E. M. (2007). Da Internet ao Grid: a Globalização do Processamento. Unesp.

Pitwak, A. C. & Ferreira, C. L. (2009). A utilização do E-commerce como diferencial das organizações para a conquista de mercado. (Trabalho de Conclusão de Curso) – Faculdade de Telêmaco Borba, Brasil.

Siqueira, J. P. L. (2004). A Internet e o varejo: uma análise dos interesses da oferta e preferências dos consumidores. [Tese de Doutorado em Administração] – Universidade de São Paulo, SP, Brasil. https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-06012006-171459/publico/Tese_JP.pdf

Testa, M. G., Luciano, E. M. & Freitas, H. (2006). Comércio Eletrônico: tendências e necessidades de pesquisa. Revista ANGRAD, 7 (1), 23-42.

Turban, E., Rainer Jr., R. K. & Potter, R. E. (2003). Administração de tecnologia de informação: teoria e prática. Campus.

Varian, H. R. (2021). Microeconomia: Uma Abordagem Moderna. Atlas.

Vieira, V. A. (2010). Mensuração da qualidade de serviço no varejo eletrônico e seu impacto sobre as intenções comportamentais. Revista de Administração de Empresas, 50 (2), 199-214.

Wooldridge, J. M. (2016). Introdução à econometria: uma abordagem moderna. Cengage Learning.

Published

17/01/2022

How to Cite

FERREIRA, M. M.; ALMEIDA, R. B. de; SILVA, J. G. da. The profile of e-commerce consumers: a case of study for the city of Dourados (MS). Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 2, p. e0411222236, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i2.22236. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/22236. Acesso em: 2 mar. 2024.

Issue

Section

Human and Social Sciences