Clinical and Functional Profile of the elderly residents of a Long-Term Institution from Fortaleza

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i2.24351

Keywords:

Elderly; Homes for the Aged; Health profile.

Abstract

The objective of this study was to identify the clinical-functional profile of elderly residents of a long-term institution using the Functional Clinical Vulnerability Index-20 (IVCF-20). The sample was composed of 29 elderly women, aged 65 and over. The instrument used is composed of 20 questions that contemplate multidimensional aspects of the health condition of the elderly and classifies them as robust, with risk of fragility or fragility. The results obtained in this study categorized mostly elderly women at risk of frailty.

Author Biographies

Maria Beatriz Nunes de Carvalho, Universidade Estadual do Ceará

Discente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Enfermagem UECE - SESu/MEC.

Geraldo Lucas Alves Monte, Universidade Estadual do Ceará

Discente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Enfermagem UECE - SESu/MEC.

Maria Célia Pinheiro da Cunha, Universidade Estadual do Ceará

Discente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Enfermagem UECE - SESu/MEC.

Christian Raphael Fernandes Almeida, Universidade Estadual do Ceará

Discente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Enfermagem UECE - SESu/MEC.

Marina Valente Mascarenhas, Universidade Estadual do Ceará

Discente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Enfermagem UECE - SESu/MEC.

Rhanna Emanuela Fontenele Lima de Carvalho, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora adjunta da Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza. Ceará. Brasil. Tutora do Programa de Educação Tutorial (PET) Enfermagem UECE - SESu/MEC.

References

Barbosa, L. M, Noronha, K., Camargos, M. C. S., & Machado, C. J. (2020). Perfis de integração social entre idosos institucionalizados não frágeis no município de Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25(6), 2017-2030. Recuperado em 10 março, 2021, de: https://scielosp.org/pdf/csc/2020.v25n6/2017-2030/pt.

Brasil, Ministério da Saúde (2005). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. RDC nº. 283 de 26 de setembro de 2005. Brasília (DF): Diário Oficial da União. Recuperado em 20 agosto, 2020, de: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2005/res0283_26_09_2005.html

Camarano, A. A., & Barbosa, P. (2016) Instituições de longa permanência para idosos no Brasil: o que se está falando? In: Alcântara, A.O., Camarano, A.A., & Giacomin, K.C. (Orgs). Política nacional do idoso: velhas e novas questões, cap. 20, 479-514. Rio de Janeiro: Ipea. Recuperado em 10 março, 2021, de: https://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/161006_livro_politica_nacional_idosos.PDF.

Carneiro, D. N., Vilela, A. B., & Meira, S. S. (2016). Avaliação do déficit cognitivo, mobilidade e atividades da vida diária entre idosos. Revista de APS – Atenção Primária à Saúde, 19(2), 203-209. Recuperado em 25 março, 2021, de: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/15453.

Farías-Antúnez, S., Lima, N. P., Bierhals, I. O., Gomes, A. P., Vieira, L. S., & Tomasi, E. (2018). Incapacidade funcional para atividades básicas e instrumentais da vida diária: um estudo de base populacional com idosos de Pelotas, Rio Grande do Sul, 2014. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 27(2), e2017290. Recuperado em 22 março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/ress/v27n2/2237-9622-ress-27-02-e2017290.pdf.

Fernandes, L. C., Moura, L. R., Mesquita, G. L., Mesquita A. L., & Baldoino, G. R. (2020) Avaliação da fragilidade e da mobilidade funcional de idosos institucionalizados na região Centro-Oeste do Brasil: um estudo transversal. Movimenta, 13(2), 192-203. Recuperado em 25 março, 2021, de: https://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/9331/7703

Fluetti, M. T., Fhon, J. R. S., Oliveira, A. P., Chiquito, L. M. O., & Margueet, S. (2018). Síndrome da fragilidade em idosos institucionalizados. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 21(1), 62-71. Recuperado em 9 março, 2021, de: pt_ 1809-9823-rbgg-21-01-00060.pdf (scielo.br).

Freitas, F. F. Q., & Soares, S. M. (2019). Índice de vulnerabilidade clínico-funcional e as dimensões da funcionalidade em idosos. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, 20(1), 1-9. Recuperado em 15 março, 2021, de: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/41810/1/2019_art_ffqfreitas.pdf

Guimarães, L. A., Brito, T. A., Pithon, K. R, Jesus, C. L., Souto, C. L., Souza, S. J. N. et al. (2019). Sintomas depressivos e fatores associados em idosos residentes em instituição de longa permanência. Ciência & Saúde Coletiva. 24(9), 3275-3282. Recuperado em 15 de março de 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/csc/v24n9/1413-8123-csc-24-09-3275.pdf

Liljas, A. E. M., Wannamethee, S. G., Whincup, P. H., Papacosta, O., Walters, K., Iliffe, S., Lennon, L. T., Carvalho, L. A., & Ramsay, S. E. (2015). Sociodemographic characteristics, lifestyle factors and burden of morbidity associated with self-reported hearing and vision impairments in older British community-dwelling men: a cross-sectional study. Journal of Public Health, 38(2), 21-28. Recuperado em 17 março, 2021, de: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26177816/

Lopes, G. L., & Santos M. I. (2015). Funcionalidade de idosos cadastrados em uma unidade da Estratégia Saúde da Família segundo categorias da Classificação Internacional de Funcionalidade. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia., 18(1), 71-83. Recuperado em 24 março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/rbgg/v18n1/1809-9823-rbgg-18-01-00071.pdf

Maia, L. C., Colares, T. F. B., Moraes, E. N., Costa, S. M., & Caldeira, A. P. (2020). Idosos robustos na atenção primária: fatores associados ao envelhecimento bem-sucedido. Revista de Saúde Pública, 54(35), 1-11. Recuperado em 9 março, 2021, de: https://scielosp.org/pdf/rsp/2020.v54/35/pt.

Melo, B. R., Diniz, M. A., Casemiro, F. G., Figueiredo, L. C., Santos-Orlandi, A. A., Haas, V .J., Orlandi, F. S., & Gratão, A. C. M. (2017). Avaliação cognitiva e funcional de idosos usuários do serviço público de saúde. Escola Anna Nery, 21(4), e20160388. Recuperado em 24 março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/ean/v21n4/pt_1414-8145-ean-2177-9465-EAN-2016-0388.pdf

Moraes, E. N., Carmo, J. A., Moraes, F. L., Azevedo, R. S., Machado, C. J., & Montilla, D. E. R. (2016). Índice de Vulnerabilidade Clínico Funcional-20 (IVCF-20): reconhecimento rápido do idoso frágil. Revista de Saúde Publica, 50(81), 1-10. Recuperado em 9 março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/rsp/v50/pt_0034-8910-rsp-S1518-87872016050006963.pdf

Moraes, E. N., Moraes, F. L., Santos, R. R., Bicalho, M. A. C., Machado, C. J., & Romero D. E. (2016). A new proposal for the clinical-functional categorization of the elderly: Visual scale of frailty (VS-Frailty). The Journal of Aging Research & Lifestyle, 5(1), 24-30. Recuperado em 15 agosto, 2020, de: https://www.jarlife.net/1808-a-new-proposal-for-the-clinical-functional-categorization-of-the-elderly-visual-scale-of-frailty-vs-frailty.html

Moreira, J. C., Albuquerque, E. R., Marques, C. B., Côrtes, M. C. J. W., & Gontijo, E. D. (2016) Funcionalidade de idosos residentes em instituição de longa permanência e risco de quedas. Revista Médica de Minas Gerais, 2(8), 191-194. Recuperado em 10 março, 2021, de: RMMG - Revista Médica de Minas Gerais - Funcionalidade de idosos residentes em instituição de longa permanência e risco de quedas.

Oliveira, C. C. F., Araújo, J. B. O., & Reis, L. A. (2020). Relação entre força muscular respiratória e funcionalidade em idosos residentes em instituições de longa permanência. Revista Saúde (Santa Maria), 46(2), 1-11. Recuperado em 15 março, 2021, de: https://periodicos.ufsm.br/revistasaude/article/view/42460/pdf

Oliveira, C. E., Felipe, S. G., Silva, C. R., Carvalho, D. B., Silva-Júnior, F., Figueiredo, M. L., et al. (2020). Vulnerabilidade clínico-funcional de idosos em um centro de convivência. Acta Paulista de Enfermagem, 33(1), 1-8. Recuperado em 15 de março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/ape/v33/1982-0194-ape-33-eAPE20190172.pdf

Oliveira, I. C., Vasconcelos, R. O., Beck, C. L. C., Silva, R. M., Coelho, A. P. F., & Barros, I. F. O. (2019). Educação com equipe de enfermagem de instituição de longa permanência para idosos: relato de experiência. Advances in Nursing and Health, 2(1), 127-141. Recuperado em 15 agosto, 2020, de: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/anh/article/view/38843/26665

Oliveira, P.B., & Tavares, D.M. (2014). Condições de saúde de idosos residentes em Instituição de Longa Permanência segundo necessidades humanas básicas. Revista Brasileira de Enfermagem, 67(2), 241-246. Recuperado em 24 março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/reben/v67n2/0034-7167-reben-67-02-0241.pdf.

Oliveira, P.H., & Mattos I.E. (2012). Prevalência e fatores associados à incapacidade funcional em idosos institucionalizados no Município de Cuiabá, Estado de Mato Grosso, Brasil, 2009-2010. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 21(3), 395-406. Recuperado em 20 março, 2021, de: http://scielo.iec.gov.br/pdf/ess/v21n3/v21n3a05.pdf

Paula, R. T., Sousa, M. E. F. P., Reis, T. M., Santos L. A. C., Resende, M. A., & Souza, G. (2017). A atuação do enfermeiro diante a depressão em idosos institucionalizados: subsídios de prevenção. Revista Eletrônica Acervo Saúde. 11(1), 1053-1060. Recuperado em 15 agosto, 2020, de: https://www.researchgate.net/publication/323853966_A_atuacao_do_enfermeiro_diante_a_depressao_em_idosos_institucionalizados_subsidios_de_prevencao

Polit, D.F., & Beck, C.T. (2011). Fundamentos de pesquisa em enfermagem: avaliação de evidências para a prática clínica. São Paulo: Artmed.

Ribeiro, E. G., Matozinhos, F. P., Guimaraes, G. L., Couto A. M., Azevedo, R. S., & Mendoza I. Y. Q. (2018). Self-perceived health and clinical functional vulnerability of the elderly in Belo Horizonte/Minas Gerais. Revista Brasileira de Enfermagem [Internet]. 71(2), 860-867. Recuperado em 15 de março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/reben/v71s2/pt_0034-7167-reben-71-s2-0860.pdf

Ribeiro, E. G., Mendoza, I. Y. Q., Moraes, E. N., Alvarenga, M. R. M., Cintra, M. T. G., & Guimarães G. L. (2020). Propriedades psicométricas do índice de vulnerabilidade clínico-funcional - 20 na Atenção Primária à Saúde. Revista Mineira de Enfermagem, 24(1), 1-8. Recuperado em 22 agosto, 2020, de: https://cdn.publisher.gn1.link/reme.org.br/pdf/e1332.pdf

Salcher, E. B. G., Portella, M. R., & Scortegagna, H. M. (2015). Cenários de instituições de longa permanência para idosos: retratos da realidade vivenciada por equipe multiprofissional. Revista Brasileira Geriatria Gerontologia, 18(2), 259-272. Recuperado em 25 março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/rbgg/v18n2/1809-9823-rbgg-18-02-00259.pdf

Santiago, L. M., Luz, L. L., Silva, J. F., Oliveira, P. H., Carmo, C. N., & Mattos, I. E. (2016). Condições sociodemográficas e de saúde de idosos institucionalizados em municípios das regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Geriatrics, Gerontology and. Aging, 10(2), 86-92. Recuperado em 19 março, 2021, de: https://www.researchgate.net/publication/307916940_Condicoes_sociodemograficas_e_de_saude_de_idosos_institucionalizados_em_cidades_do_Sudeste_e_Centro-Oeste_do_Brasil

Secretaria Executiva, Ministério da Saúde. (2013). Estatuto do Idoso. (3ª ed.). Brasília (DF) (Brasil): Ministério da Saúde. Recuperado em 14 março, 2020, de: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estatuto_idoso_3edicao.pdf

Silva, H. S., & Gutierrez, B. A. O. (2018). A Educação como instrumento de mudança na prestação de cuidados para idosos. Educar em Revista, 34(67), 283-296. Recuperado em 13 março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/er/v34n67/0104-4060-er-34-67-283.pdf

Silva, J. N., Leite, M. T., Gaviraghi, L. C., Kirsten, V. R., Kinalski, S. S., Hildebrandt, L. M., et al. (2020). Predicting dimensions of clinical functional conditions and cognition in the elderly. Revista Brasileira de Enfermagem, 73(3), 1-8. Recuperado em 15 de março, 2021, de: https://www.scielo.br/pdf/reben/v73s3/pt_0034-7167-reben-73-s3-e20190162.pdf

Soares, N. V., Corrêa, B. R. S., Fontana, R. T., Brum, Z. P., Guimarães, C. A., Silva, A. F., & Rodrigues, F. C. P. (2018). Sentimentos, expectativas e adaptações de idosos internados em instituições de longa permanência. REME - Revista Mineira de Enfermagem, 22:e-1124. Recuperado em 20 março, 2021, de: https://cdn.publisher.gn1.link/reme.org.br/pdf/en_e1124.pdf

Published

26/01/2022

How to Cite

CARVALHO, M. B. N. de; MONTE, G. L. A.; CUNHA, M. C. P. da; ALMEIDA, C. R. F.; MASCARENHAS, M. V.; CARVALHO, R. E. F. L. de . Clinical and Functional Profile of the elderly residents of a Long-Term Institution from Fortaleza . Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 2, p. e32911224351, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i2.24351. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24351. Acesso em: 3 mar. 2024.

Issue

Section

Health Sciences