Quality of life of patients undergoing hemodialysis therapy: Integrative review

Authors

  • Tatiana Menezes Noronha Panzetti Faculdade Integrada Brasil Amazônia
  • Joselma Martins da Rosa Faculdade Integrada Brasil Amazônia.
  • Ana Lúcia Carvalho do Espírito Santo Faculdade Integrada Brasil Amazônia
  • Jéssica Maria Lins da Silva Universidade do Estado do Pará
  • Lidiane Assunção de Vasconcelos Universidade do Estado do Pará
  • Camilla Castilho Maia Universidade do Estado do Pará
  • Francinéa de Nazaré Ferreira de Castilho Universidade do Estado do Pará

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i6.3581

Keywords:

Nursing Care; Quality of life; Dialysis.

Abstract

Chronic Renal Insufficiency is a pathophysiological disease with gradual and irretrievable loss of kidney function, whose treatment consists of the filtration of the blood, balancing the concentration of salts and fluids. Due to the degree of invasion of this procedure, the patient is vulnerable to several setbacks, highlighting the need to assess the quality of life of these users. The study is an integrative review of the nursing literature, which aims to analyze the results of scientific work on the quality of life of patients on hemodialysis. Five scientific articles were researched and examined, with the highest number of production in 2017. The articles analyzed pointed out that the categories most affected in the quality of life of these patients are: work restrictions; physical activity and leisure; family support and overload; and nursing actions for patients with double lumen central venous catheters. In these studies, there was a need for investments in nursing research on the theme addressed. In addition, research that highlighted the repercussions on the quality of life of patients in hemodialysis therapy was evidenced, contributing to a better understanding of the assistance provided by the nursing team.

Author Biographies

Tatiana Menezes Noronha Panzetti, Faculdade Integrada Brasil Amazônia

Enfermeira, Mestre em enfermagem e Doutoranda em Ciências da Saúde pela Universidade do Estado do Pará.

Joselma Martins da Rosa, Faculdade Integrada Brasil Amazônia.

Graduada em Enfermagem pela Faculdade Integrada Brasil Amazônia.

Ana Lúcia Carvalho do Espírito Santo, Faculdade Integrada Brasil Amazônia

Graduada em Enfermagem pela Faculdade Integrada Brasil Amazônia

Jéssica Maria Lins da Silva, Universidade do Estado do Pará

Acadêmica de Enfermagem da Universidade do Estado do Pará.

Lidiane Assunção de Vasconcelos, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira, Mestre em Saúde, Ambiente e Sociedade na Amazônia pela Universidade Federal do Pará.

References

Araújo, J.B., Neto, V.L.S., Anjos, E.U., Silva, B.C.O., Rodrigues, I.D.C.V., & Costa, C.S. (2016). Cotidiano de pacientes renais crônicos submetidos à hemodiálise: expectativas, modificações e relações sociais. Revista Fundamental Care Online, 8(4), 4996-5001.

Couto, K.G., Almeida, A.C., Lopes, A.L.C., Santos, N.M., Ferreira, J.C., Silva, A.C.R., Monteiro, A.M., & Nina-e-Silva, C.H.(2017). Prevalência de caso de IRC atendidos pelos serviços de atendimento móvel de urgência de Rio Verde, Goiás. Revista Salusvita Online, 36(1), 47-54.

Cruz, T.H., Girardon-Perlini, N.M.O., Beuter, M., Coppetti, L.C., Dalmolin, A., & Piccin, C. (2018). Apoio social percebido por cuidadores familiares de pacientes renais crônicos em hemodiálise. Revista Mineira de Enfermagem, 22 (1), e-1119.

Eduardo, M.D. (2015). Atuação do Enfermeiro nas principais complicações decorrentes do tratamento hemodialítico. Anais do Congresso Brasileiro de Ciência, Paraíba, PB, Brasil.

Freire, X.A., & Mendonça, AEO. (2013). Qualidade de vida de pacientes em hemodiálise e Diálise Peritoneal. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde, 15 (4), 130-136.

Fritsch, F.R., Mayer, B.L.D., Ubessi, L.D., Kirchner, R.M., Barbosa, D.A., & Stumm, E.M.F. (2015). Atividade física, de lazer e avaliação da saúde na perspectiva de usuários em hemodiálise. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, 7(4), 3263-3273.

Guimarães, G.L., Goveia, V.R., Mendonza, I.Y.Q., Corrêa, A.R., Matos, S.S., & Guimarães, J.O. (2017). Intervenções de enfermagem no paciente em hemodiálise por cateter venoso central. Revista de Enfermagem UFPE Online, 11(3), 1127-35.

Melo, M.B., Barbosa, M.A., & Souza, P.R. (2011). Satisfação no trabalho da equipe de enfermagem: revisão integrativa. Revista Latino Americana de Enfermagem,19(4),09 telas.

Mendes, K.D.S., Silveira, R.C.C.P., & Galvão, C.M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto - Enfermagem, 17(4), 758-764.

Ministério da Saúde. (n.d.). A qualidade de vida em cinco passos. Recuperado em 02 de abril, 2020, de http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2107-qualidade-de-vida-em-cinco-passos

Silva, K.A.L., Cargnin, M.C.S., Ventura, J., Paula, S.F., & Groos, J.V. (2017). Qualidade de vida de pacientes com insuficiência renal em tratamento hemodialítico. Revista de Enfermagem UFPE, 11(1), 4663-70.

Souza, M.T., Silva, M.D., & Carvalho, R. (2010). Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein, 8 (1), 102-6.

Ventura, J., Cargnin, M.C.S., Santos, K.S., Getelina, C.O., Rotoli, A., & Paula, S.F. (2018). Pacientes em tratamento hemodialítico: percepção acerca das mudanças e limitações da doença e tratamento. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, 10(4), 926-931.

Published

23/04/2020

How to Cite

PANZETTI, T. M. N.; ROSA, J. M. da; SANTO, A. L. C. do E.; SILVA, J. M. L. da; VASCONCELOS, L. A. de; MAIA, C. C.; CASTILHO, F. de N. F. de. Quality of life of patients undergoing hemodialysis therapy: Integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 6, p. e185963581, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i6.3581. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/3581. Acesso em: 31 jan. 2023.

Issue

Section

Health Sciences