People management and food safety: a study of units that produce hospital meals in Sergipe

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8115

Keywords:

People management; Food safety; Collective feeding.

Abstract

Introduction: In the hospital context, food and nutrition are responsible for restoring patients' health, providing the essential and adequate supply of nutrients. Objective: To analyze the profile of human resources in their health services and to be involved in the context of food safety in hospital production units in the city of Aracaju, Sergipe. Method: A semistructured questionnaire was applied, seeking information on the characterization of the functional organization and human resources of the evaluated units. The professor was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Sergipe. There were 211 employees, a majority female, with a high school. Results: All units of functional units have the necessary capacities and training with employees. However, as companies demonstrated difficulties in hiring employees in varied positions, these were related to lack of experience, technical knowledge and professional qualification. Conclusion: It was observed that most of the employees did not have courses in the area in which they work. For the minimun that deficiency, see must the capacity of training and capaciting, a strategy and low cost of, low provision, the continuous actions of the way continuous.

References

Abreu, E. S. D., Spinelli, M. G. N., & Pinto, A. M. D. S. (2013). Gestão de unidades de alimentação e nutrição: um modo de fazer. In Gestão de unidades de alimentação e nutrição: um modo de fazer. Editora Metha.

Aguiar, O. B., Kraemer, F. B., & Menezes, M. F. G. (2013). Gestão de pessoas em unidades de alimentação e nutrição. Editora Rubio.

Andrade, M. L. (2014). Segurança dos alimentos no setor hoteleiro: caracterização das empresas e avaliação da percepção dos agentes envolvidos: estudo de caso. Dissertação de mestrado, Universidade de São Paulo, Piracicaba, SP, Brasil.

Assis, G. O. S., Moreira, T. R., Hermes, D. M., & Coutinho, V. F. (2018). Adequação das boas práticas de manipulação na execução de contratos de comodato em uma unidade de alimentação e nutrição no município do Rio de Janeiro. Revista uningá. 51(3),15-21.

Ávila, M. O., Santos, P. H. S., Gois, F. N., Furtado, M. C., & Reis, I. A. O. (2016). A importância do controle das condições microbiológicas e higiênico sanitárias na prevenção de doenças transmitidas por alimentos: uma revisão de literatura. Revista Expressão Científica, 1(1).

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de vigilância em Saúde. (2019). Surto de Doenças transmitidas por alimentos no Brasil: Informe 2018. Recuperado de [HTTPhttp://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/fevereiro/15/Apresenta----o-Surtos-DTA---Fevereiro-2019.pdf].

Cavalli, S. B., & Salay, E. (2007). Gestão de pessoas em unidades produtoras de refeições comerciais e a segurança alimentar. Revista de Nutrição, 20(6), 657-667.

Da Silva, A. A., Bassani, L., Riella, C. O., & Antunes, T. (2015). Manipulação de alimentos em uma cozinha hospitalar: ênfase na segurança dos alimentos. Caderno pedagógico, 12(1), 111-123.

Chiavenato, I. (2004). Recursos humanos: o capital humano das organizações. São Paulo: Atlas, (8a ed.).

Devides, G. G. G., Maffei, D. F., & Catanozi, M. D. (2014). Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos e o impacto positivo de um curso de capacitação em Boas Práticas de Fabricação. Brazilian Journal of Food Technology, 17(2), 166-176.

Diez-Garcia, R. W., Padilha, M., & Sanches, M. (2012). Alimentação hospitalar: proposições para a qualificação do Serviço de Alimentação e Nutrição, avaliadas pela comunidade científica. Revista Ciência & Saúde Coletiva,17(2).

Ferreira, M. A., José. J. F. B. D. S., Tomazini, A. P. B., Martini, H. S. D., Milagres, R. C. M., & Pinheiro-Sant'Ana, H. M. (2011). Avaliação da adequação às boas práticas em unidades de alimentação e nutrição. Revista do Instituto Adolfo Lutz (Impresso),70(2),230-235.

Garcia, M. V., & Centenaro, G. S. (2016). Capacitação de manipuladores de alimentos e avaliação das condições higiênicas em serviço de alimentação. Brazilian Journal of Food Research, 7(2), 96-111.

Gonçalves, N. E. X. M. (2016). O Nutricionista que atua em serviços hospitalares de nutrição: competências profissionais e estratégias gerenciais. Tese de doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Kern, F. T. C., Vanzetto, A., & Fernanda, S. (2018). A influência do turnover sobre a segurança alimentar de uma empresa. Revista Uningá,48(1).

Medeiros, C. O. (2010). Gestão de pessoas e segurança alimentar de restaurantes comerciais: um estudo em Campinas, Porto Alegre e Florianópolis. Dissertação [de mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Mello, A. G. D., Gama, M. D. P., Marin, V. A., & Colares, L. G. T. (2010). Conhecimento dos manipuladores de alimentos sobre boas práticas nos restaurantes públicos populares do Estado do Rio de Janeiro.

Pederssetti, M. T., Hautrive, T. P. (2016). Condições higiênico-sanitárias de Unidades de Alimentação e Nutrição Hospitalares da Região Oeste de Santa Catarina. Campinas. Segurança Alimentar e Nutricional,23(1), 849-858.

Pinheiro, H. M. S. (2012). Planejamento físico-funcional de unidades de alimentação e nutrição. Rio de Janeiro: Editora Rubio.

Published

17/09/2020

How to Cite

JUVINO, J. S. .; FRAGA, L. N. .; SIQUEIRA , R. L. de .; CARVALHO, I. M. M. de . People management and food safety: a study of units that produce hospital meals in Sergipe. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e439108115, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8115. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8115. Acesso em: 25 jun. 2022.

Issue

Section

Health Sciences