Rui Barbosa's ideas for Professional Education in Brazil (1879 – 1909: between the industrial, the popular and the nation

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8204

Keywords:

Drawing; Professional education.; Teaching.; Intellectual; Rui Barbosa.

Abstract

Rui Barbosa (1849–1923) was a Brazilian polymath and politician with influence and diffusion of ideas between the late 19th and early 20th centuries. In the field of education, between 1881 and 1886, he produced writings that demonstrate the advancement of educational discussions in the country and in the world. This article aims to analyze the ideas of this intellectual for Professional Education. Based on Certeau and Sirinelli we carry out the analysis of your place of speech, your network of sociability and your engagement. We work from Chartier's notions of representation, practice, appropriation and circulation of ideas and understand that the Barbosian production results from the author's practices from his appropriations of educational ideas in his time. Rui Barbosa's Public Education Reform Projects-Opinions, the “Design and Industrial Art” discourse and the work of Norman Calkins translated by the intellectual, “First Lessons of Things”, constitute the sources. We emphasize that Barbosa, and his writings, contributed to the consolidation of the idea of ​​professional education systematically regulated by the State in view of its economic and social development, as well as the breadth of influence of ideas in international circulation in Rui Barbosa's works. The structuring of his thoughts on philosophy and politics of professional education and teaching methodology that is especially firm in the school discipline Drawing, were appropriated by the State when taking Professional Education initiatives in the nascent Republic.

References

Barbosa, R. (1942) Reforma do Ensino Secundário e Superior. In: BARBOSA, R. Obras Completas de Rui Barbosa. 9, Tomo 1. Rio de Janeiro, RJ: Ministério da Educação e Saúde.

Barbosa, R. (1946) Reforma do Ensino Primário e Várias Instituições Complementares da Instrução Pública. In: Barbosa, R. Obras Completas de Rui Barbosa. 10(2). Rio de Janeiro, RJ: Ministério da Educação e Saúde.

Barbosa, R. (1948) O desenho e a arte industrial. In: Barbosa, R., & Vieira, J. Discursos e trabalhos parlamentares: centenário do Marques de Pombal: o desenho e a arte industrial, 9(2). 237 – 266. Rio de Janeiro, RJ: Ministério da Educação e Saúde.

Bobbio, N. (1997). Os intelectuais e o poder: dúvidas e opções dos homens de cultura na sociedade contemporânea. São Paulo, SP: Editora Unesp.

Chervel, A. (1990). História das Disciplinas Escolares: Reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação, 2, 177 – 229.

Correa, R. A. (2017) Os intelectuais e a escrita da história – As contribuições metodológicas de Jean-François Sirinelli. Escritas: Revista do Curso de História de Araguaína, 8 (2), 265-278.

Decreto nº 1.331a de 17 de fevereiro de 1854. Recuperado de: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-1331-a-17-fevereiro-1854-590146-publicacaooriginal-115292-pe.html.

Decreto nº 7.247 de 19 de abril de 1879. Reforma do Ensino Primário e Secundário no município da Corte e superior em todo o Império. Recuperado de: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/104669.

Decreto nº 7.566 de 23 de setembro de 1909. Cria nas capitais dos Estados da República Escolas de Aprendizes Artífices, para o ensino profissional primário gratuito. Recuperado de: <https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1900-1909/decreto-7566-23-setembro-1909-525411-publicacaooriginal-1-pe.html>.

Decreto nº 7.763 de 23 de dezembro de 1909. Altera os decretos 7.566 e 7.649, de 28 de setembro e 11 de novembro últimos, referentes a criação de escolas de aprendizes artífices nas capitais dos estados e a nomeação de professores para os respectivos cursos noturnos – primário e desenho. Recuperado de: < https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1900-1909/decreto-7649-11-novembro-1909-525418-publicacaooriginal-1-pe.html.>.

Fonseca, C. S. da. (1961). História do Ensino Industrial no Brasil. V. 1. Rio de Janeiro, RJ: ETN.

Gomes, L. C. G. (2010) As Escolas de Aprendizes Artífices e o Ensino Profissional na Velha República. Vértices. 5 (3), 53 – 80.

Gomes, M. L. M. (2011) Lições de coisas: apontamentos acerca da geometria no manual de Norman Allison Calkins (Brasil, final do século XIX e início do XX). Revista brasileira de História da Educação, 11, 2 (26), 53-80.

Guimarães, M. D., & Valente, W. R. (2016) Entre o Parecer de Rui Barbosa e as revistas pedagógicas cariocas e paulistas (1891 – 1920): um modelo comum para o ensino de Desenho? Revista Brasileira de História da Educação Matemática, 2 (2), 106 – 121.

Lourenço Filho, M. B. (2001) A Pedagogia de Rui Barbosa. Org.: Ruy Lourenço Filho. (4a ed.), Brasília, DF: INEP.

Julia, D. (2002). Disciplinas escolares: objetivos, ensino e apropriação. In: Lopes, A. C.; & Macedo, E. Disciplinas e integração curricular: História e Políticas. 37 – 71. Rio de Janeiro, RJ: DP&A.

Machado, M. C. G., & Schelbauer, A. R. (2002) A Escola Normal no século XIX: as contribuições de Rui Barbosa para a educação pública e a formação de professores. Série-Estudos- Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, 14, 99 – 107.

Medeiros Neta, O. M. de. (2016) A configuração do campo educação Profissional no Brasil. Holos, 6, 50 – 55.

Melo, C. S., & Machado, M. C. G. (2009) Notas para a História da Educação: Considerações acerca do Decreto nº 7.247, de 19 de Abril de 1879, de autoria de Carlos Leôncio de Carvalho. Revista HISTEDBR Online. Campinas, SP. 34. 294 – 305.

Morais, I. C. S. (2018) The representations of public teaching in the article “Rudimentary schools” of Manoel Dantas. Research, Society and Development, 7(11), 1 – 14.

Rodrigues, J. (2002) Celso Suckow da Fonseca e a sua “História do ensino industrial no Brasil”. Revista Brasileira de História da Educação, 2, 2(4), 47-74.

Rüsen, J. (2015) Teoria da História: uma teoria da História como ciência. Trad.: Estevão C. de Resende Martins. Curitiba, PR: Editora da UFPR.

Silva, J. C. C., & Medeiros Neta, O. M. de. (2019a) História do ensino industrial no Brasil: uma análise historiográfica da obra de Celso Suckow da Fonseca. Revista Brasileira de História da Educação, 19, 1 – 24.

Silva, J. C. C., & Medeiros Neta, O. M. de. (2019b) O Ensino de Desenho no Brasil Império (1879-1889). Perspectivas e Diálogos: Revista de História Social e Práticas de Ensino, 1 (3), 102 -119.

Souza, F. F. de. (2010). O Ensino de Desenho no Século XIX: Rui Barbosa e a Tradução Cultural de Joaquim Vasconcelos. 19&20. Rio de Janeiro, 5 (4), Out/Dez.

Sirinelli, J. (2003). Os intelectuais. In: R. Rémond, Por uma história política. 231 – 269. (2a ed.), Rio de Janeiro: Editora FGV.

Vieira, C. E. (2015) Intelectuais e Educação. Pensar a Educação em Revista, 1, 3-21. Recuperado de: http://pensaraeducacaoemrevista.com.br/wp-content/uploads/sites/4/2017/04/

vol_1_no_1_Carlos_Eduardo_Vieira.pdf

Vieira, A. C. de O., Costa, A. M. F. da, & Medeiros Neta, O. M. de. (2018). The primary teaching on Rio Grande do Norte: reflections from the works of Maria Marta de Araújo and Nestor dos Santos Lima. Research, Society and Development, 7(9), 1 – 20.

Published

18/09/2020

How to Cite

SILVA, J. C. da C.; CARLOS, N. L. S. D. .; MEDEIROS NETA, O. M. de. Rui Barbosa’s ideas for Professional Education in Brazil (1879 – 1909: between the industrial, the popular and the nation . Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e519108204, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8204. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8204. Acesso em: 29 sep. 2022.

Issue

Section

Education Sciences