Grouping analysis obtained with the indicate relationship of human development and tax charges of the cities of Paraiba state, between 2010 and 2018

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8263

Keywords:

Tax burden; Effective social politics; Human development.

Abstract

For a long period of time in our country, it has been questioned the high value charged in taxes. This questioning brings to light the real efficiency of these mandatory government policies offered to the community and funded out of taxation. Such social public policies are a responsibility of the Brazilian State and will be addressed as a priority the ones that alter social order in relation to factors of longevity, population income, education, social security, foresight, cheers, social assistance, culture and sport. This research has as its main objective to perform an analysis between tax burden and the Human Development Index in Paraiban municipalities, as well as identify equity between several economical and local political factors, showing a possible counterpoint to the criteria already in use for the analysis the volume of the tax burden based on a comparison of the volume of the Gross Domestic Product (GDP) presented in the Report on the “Result of the National Treasury” released by the Ministry of Finance. The current criterion considers only the economic aspects of the tax burden and disregards the existing relationship between public government actions and their effectiveness provided by these tax contributions from the population.

Author Biographies

Mácio Augusto de Albuquerque, universidade Estadual da Paraíba

Departamento de Estatística

Bioestatística

Probabilidade

Multivariada

Análise de Agrupamento

Ramylla de Almeida Batista, Universidade Estadual da Paraíba

Universidade Estadual da Paraíba

Departamento de Contabilidade

Karla Roberta Castro Pinheiro Alves, Universidade Estadual da Paraíba

Universidade Estadual da Paraíba

Eliedna de Sousa Barbosa, Universidade Estadual da Paraíba

Universidade Estadual da Paraíba

Departamento de Contabilidade

References

Albuquerque, M. A., & de Oliveira Barros, K. N. N. (2020). Determinação do número de grupos em análise de agrupamento via de raio de influência. Brazilian Journal of Development, 6(6), 38342-38355.

Barros, K. N. N. O., Albuquerque, M. A., Gomes, A. S., & Dantas, D. R. G. (2020). Análise de agrupamentos exploratória dos usuários do Programa Multidisciplinar de Tratamento do Tabagismo do HUAC, Campina Grande–PB. Research, Society and Development, 9(8),e825986532-e825986532.

BRASIL, C. F. (2010). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Recuperado de http://www. ritmodeestudos. com. br.

Derlien, H. U. (2001). Una comparación internacional en la evaluación de las políticas públicas.”.

Faria, C. A. P. D. (2005). A política da avaliação de políticas públicas. Revista brasileira de ciências sociais, 20(59), 97-110.

Soares, M. F., de Vasconcelos, A. C., De Luca, M. M. M., & Marques, M. Receita tributária e qualidade dos serviços públicos no Brasil e nos países membros da OECD. In: VII Congresso Nacional de Excelência em Gestão, 2011, Niterói - RJ. Anais do VII Congresso Nacional de Excelência em Gestão, 2011.

Sen, A. (2018). Desenvolvimento como liberdade. Editora Companhia das letras.

DE GESTÃO, M. P. E. S., & DE OLIVEIRA, M. D. S. CARGA TRIBUTÁRIA: UMA PROPOSTA PARA SUA AVALIAÇÃO QUALITATIVA.

Assunção, J. J., Ortiz, F. A. T., & Pereira, L. F. V. N. (2012). A crise financeira de 2008 e a arrecadação tributária: lições para o desenho de transferências e federalismo fiscal. Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Textos para Discussão, 1(8).

Salvador, E. (2006). A distribuição da carga tributária: quem paga a conta. Arrecadação, 79-93.

Global, O. R. I. (2014). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD Brasil). www. br. undp. org. Acesso em, 7(09), 2020.

Constantino, M., Pegorare, A. B., & Costa, R. B. D. (2016). Desempenho regional do IDH e do PIB per capita dos municípios de Mato Grosso do Sul, Brasil, entre 2000 e 2010. Interações (Campo Grande), 17(2), 234-246.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS NO BRASIL (PNUD3). Ranking do Brasil no IDH. Disponível em http://www.pnud.org.br/idh/. Acesso em, 12(01), 2020

Balladelli, P. P. (2017). Relatório sobre o desenvolvimento humano 2016: desenvolvimento humano para todos [Internet]. Luanda: Pnud.

Brasil, I. B. G. E. (2010). Instituto Brasileiro de geografia e Estatística. Censo demográfico, 2010.

Cidades, I. B. G. E. (2018). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Published

18/09/2020

How to Cite

ALBUQUERQUE, M. A. de .; BATISTA, . R. de A. .; ALVES, K. R. C. P. .; BARBOSA, E. de S. . Grouping analysis obtained with the indicate relationship of human development and tax charges of the cities of Paraiba state, between 2010 and 2018. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e569108263, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8263. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8263. Acesso em: 28 jun. 2022.

Issue

Section

Human and Social Sciences