Knowledge as a predictive factor for self-care adherence and glycemic control of people with diabetes

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8474

Keywords:

Knowledge; Treatment Adherence and Compliance; Diabetes Mellitus.

Abstract

This study sought to analyze the knowledge of diabetic people about their disease and its relation with self-care adherence and glycemic control. This is a descriptive study with a quantitative approach. Interviews were conducted with the aid of instruments for data collection. Fifty-two type 2 diabetic patients participated in the research. Data collection took place from January to April 2018 in a non-governmental organization in the metropolitan region of Belém. There was a prevalence of female patients (51.92%), aged between 60 and 69 years (40.38%) with incomplete primary education (34.60%), non-smokers (100%) and non-alcoholics (94.4%). Data on clinical characterization, complications of diabetes, knowledge about the disease and self-care adherence, and glycemic control showed that patients' knowledge was predictively related to adherence to drug treatment, but was not determinant for adherence to non-drug treatment. The data collected support the reflection of health professionals and the scientific community on the importance of knowledge and education in the treatment of diabetes, which proved to be predictive factors for drug treatment adherence in this study.

References

Barreto, T. M. A. C., Rodrigues, L. J. S., Maciel, J. C., Sampaio, D. M., & Barreto, F. (2017). Prevalência de adesão ao tratamento medicamentoso por diabéticos no norte do Brasil. SANARE - Revista de Políticas Públicas. 16(2), 22-30.

Boas, L. C. G. V., Foss, M. C., Freitas, M. C. F., Torres, H. C., Monteiro, L. Z., & Pace, A. E. (2011). Adesão à dieta e ao exercício físico das pessoas com Diabetes Mellitus. Texto & Contexto – Enfermagem. 20(2), 272-279.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária [ANVISA] (2012). Resolução nº. 466, de 12 de dezembro de 2012. Recuperado em 04 maio, 2018, de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html

Brasil. Ministério da Saúde [MS] (2014). Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica. Recuperado em 22 janeiro, 2017, de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_doenca_cronica_cab35.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde [MS] (2013). Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes mellitus. Recuperado em 22 janeiro, 2017, de http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/caderno_36.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde [MS] (2016). Manual do pé diabético: estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica. Recuperado em 06 maio, 2018, de http://dab.saude.gov.br/portaldab/biblioteca.php?conteudo=publicacoes/manual_do_pe_diabetic.

Cecilio, H. P. M., Arruda, G. O., Teston, E. F., Santos, A. L., & Marcon, S. F. (2015). Comportamentos e Comorbidades Associados às Complicações Microvasculares do Diabetes. Acta Paulista de Enfermagem. 28(2), 113-119.

Ferreira, L. T., Saviolli, I. H., Valenti, V. E., & Abreu, L. C. (2011). Diabetes melito: Hiperglicemia crônica e suas complicações. Arquivos Brasileiros de Ciências da Saúde. 36(3), 182-188.

Gois, C. O., Lima, S. V. M. A., Santos, A. C. F. S., & Melo, H. N. (2017). Perfil dos portadores de diabetes mellitus atendidos em farmácias particulares de Sergipe, Brasil. Scientia Plena. 13(11), 1-7.

Maia, M. A., Reis, I. A., & Torres, H. C. (2016). Associação do tempo de contato no programa educativo em diabetes mellitus no conhecimento e habilidades de autocuidado. Rev Esc Enferm USP. 50(1), 59-65.

Maccarone, S. D., Lima, D. B., & Ferreira, E. B. (2017). Rastreamento da síndrome metabólica e qualidade de vida dos diabéticos adstritos a uma unidade de estratégia de saúde da família em um município do sul de Minas Gerais. Rev. Aten. Saúde. 15(51), 98-105.

Oliveira, L. M. S. M., Souza, M. F. C., Souza, L. A., & Melo, I. R. C. (2016). Adesão ao tratamento dietético e evolução nutricional e clínica de pacientes com diabetes mellitus tipo 2. HU Revista. 42(4), 277-282.

Reis, A. E. A., Alaíde, C. M., Pacífico, I. R. F., Almeida, C. A. P. L., Rocha, F. C. V., & Oliveira, A. D. S. (2017). Evidências da produção científica acerca da enfermagem na promoção do autocuidado em diabetes mellitus. Rev. Interd. 10(3), 132-140.

Rezende Neta, D. S., Silva, A. R. V., & Silva, G. R. F. (2015). Adesão das pessoas com diabetes mellitus ao autocuidado com os pés. Rev Bras Enferm. 68(1), 111-116.

Sampaio, H. A. C., Carioca, A. A. F., Sabry, M. O. D., Santos, P. M., Coelho, M. A. M., & Passamai, M. P. B. (2015). Letramento em saúde de diabéticos tipo 2: fatores associados e controle glicêmico. Ciênc. saúde coletiva. 20(3), 865-874.

Santos, G. E. O. (2011). Cálculo amostral: calculadora on-line. Recuperado em 29 outubro, 2017, de http://www.publicacoesdeturismo.com.br/calculoamostral/

Sociedade Brasileira de Diabetes [SBD] (2016). Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes 2015-2016. Recuperado em 16 agosto, 2017, de http://www.diabetes.org.br/profissionais/images/docs/DIRETRIZES-SBD-2015-2016.pdf.

Teston, E. F., Senteio, J. S., Ribeiro, B. M. S. S., Maran, E., & Marcon, S. S. (2017). Fatores de risco para ulceração no pé de indivíduos com diabetes mellitus tipo 2. Cogitare Enferm. 22(4), e51508.

Torres, H. C., Pace, A. E., & Stradioto, M. A. (2010). Análise sociodemográfica e clínica de indivíduos com diabetes tipo 2 e sua relação com o autocuidado. Cogitare Enferm. 15(1), 48-54.

Vargas, B. D., Sangiovo, A., Pereira, F., Vincensi, C., Lissarassa, Y. P. S., Zimmermann, C. E., Comparsi, B., Casalini, C. E. C., Viera, E., & Frizzo, M. (2016). Obesidade, diabetes e hipertensão associados ao desenvolvimento de dano renal e redução na qualidade de vida. Rev. Sau. Int. 9(18), 1-13.

Weinert, L. S., Camargo, E. G., & Silveiro, S. P. (2010). Tratamento medicamentoso da hiperglicemia no diabetes melito tipo 2. Rev HCPA. 30(4), 372-381.

Published

20/09/2020

How to Cite

SILVA, W. I. dos S. .; OLIVEIRA, V. L. G. de .; LEITE, M. R. .; COSTA, R. E. A. R. da .; CARVALHO , D. de N. R. de .; AGUIAR, V. F. F. de .; COSTA, I. M. M. .; DERGAN, M. R. A. .; BRANCO, I. B. C. .; AMORIM, M. G. .; CAMBOIM, L. F. R. .; FORTES, M. M. .; ROCHA, C. E. M. C. .; MEDEIROS, P. C. D. R. .; FEITOSA, N. L. .; NOGUEIRA , M. de A. .; SÁ , A. M. M. . Knowledge as a predictive factor for self-care adherence and glycemic control of people with diabetes. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e1149108474, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8474. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8474. Acesso em: 27 jun. 2022.

Issue

Section

Health Sciences