Health education during prenatal care for the prevention and control of gestational hypertension: an experience report

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8505

Keywords:

Pregnancy-induced hypertension; Health education; Nursing care.

Abstract

This study aimed to report a health education action with hypertensive pregnant women monitored in prenatal care at a health unit, whose proposal was to mitigate the problems of gestational hypertension from an intervention aimed at changing habits. It is a descriptive study with a qualitative approach, of the experience report type, which used the Theory of Problematization as a basis from the implementation of the Arco de Maguerez, which is subdivided into five stages: observation of reality; survey of key points; theorization; hypothesis development; and, return to reality. The main results obtained in the study showed that many pregnant women still maintained harmful habits to their health, mainly linked to unbalanced food and physical inactivity, directly interfering in pressure changes. From the intervention performed, these women were sensitized about the importance of self-care for the safe maintenance of pregnancy, in addition to promoting autonomy and individual empowerment.

References

Berbel, N. A. N. (2011). As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, 32(1), 25-40.

Bezerra, E. H. M., Alencar Júnior, C. A., Feitosa, R. F. G., & Carvalho, A. A. A. (2005). Mortalidade materna por hipertensão: índice e análise de suas características em uma maternidade-escola. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 27(9), 548-553.

Brotto, A. M., & Guimarães, A. B. P. (2017). A influência da família no tratamento de pacientes com doenças crônicas. Psicologia Hospitalar, 15(1), 43-68.

Fernandes, J. A., Venâncio, S. I., Pasche, D. F., Silva, F. L. G., Aratani, N., Tanaka, O. Y., Sanine, P. R., & Campos, G. W. S. (2020). Avaliação da atenção à gestação de alto risco em quatro metrópoles brasileiras. Cadernos de Saúde Pública, 36(5), e00120519.

Freire, C. M. V., & Tedoldi, C. L. (2009). 17. Hipertensão arterial na gestação. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 93(6, Suppl. 1), 159-165.

Gomes, A. M. A., Caprara, A., Landim, L. O. P., & Vasconcelos, M. G. F. (2012). Relação médico-paciente: entre o desejável e o possível na atenção primária à saúde. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 22(3), 1101-1119.

Gomes, C. B. A., Dias, R. S., Silva, W. G. B., Pacheco, M. A. B., Sousa, F. G. M., & Loyola, C. M. D. (2019). Consulta de enfermagem no pré-natal: narrativas de gestantes e enfermeiras. Texto & Contexto - Enfermagem, 28, e20170544.

Kessler, M., Thumé, E., Duro, S. M. S., Tomasi, E., Siqueira, F. C. V., Silveira, D. S., Nunes, B. P., Volz, P. M., Santos, A. A., França, S. M., Bender, J. D., Piccinini, T., & Facchini, L. A. (2018). Ações educativas e de promoção da saúde em equipes do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, Rio Grande do Sul, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 27(2), e2017389.

Klotz-Silva, J., Prado, S. D., & Seixas, C. M. (2017). A força do "hábito alimentar": referências conceituais para o campo da Alimentação e Nutrição. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 27(4), 1065-1085.

Nascimento, S. L., Godoy, A. C., Surita, F. G., & Pinto e Silva, J. L. (2014). Recomendações para a prática de exercício físico na gravidez: uma revisão crítica da literatura. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 36(9), 423-431.

Pio, D. A. M., & Capel, M. S. (2015). Os significados do cuidado na gestação. Revista Psicologia e Saúde, 7(1), 74-81.

Pio, D. A. M., & Oliveira, M. M. (2014). Educação em saúde para atenção à gestante: paralelo de experiências entre Brasil e Portugal. Saúde e Sociedade, 23(1), 313-324.

Silva, J. M. L., Monteiro, A. J. C., Coutinho, E. S., Cruz, L. B. S., Araújo, L. T., Dias, W. B., & Costa, P. V. D. P. (2020). O brinquedo terapêutico instrucional como ferramenta na assistência oncológica infantil. Research, Society and Development, 9 (7): 1-14, e408974253.

Sousa, M. G., Lopes, R. G. C., Rocha, M. L. T. L. F., Lippi, U. G., Costa, E. S., & Santos, C. M. P. (2020). Epidemiology of artherial hypertension in pregnants. Einstein, 18 (1), eAO4682.

Toledo, M. T. T., Abreu, M. N., & Lopes, A. C. S. (2013). Adesão a modos saudáveis de vida mediante aconselhamento por profissionais de saúde. Revista de Saúde Pública, 47(3), 540-548.

Tomasi, E., Fernandes, P. A. A., Fischer, T., Siqueira, F. C. V., Silveira, D. S., Thumé, E., Duro, S. M. S., Saes, M. O., Nunes, B. P., Fassa, A. G., & Facchini, L. A. (2017). Qualidade da atenção pré-natal na rede básica de saúde do Brasil: indicadores e desigualdades sociais. Cadernos de Saúde Pública, 33(3), e00195815.

Zeni, A. L. B., Parisotto, A. V., Mattos, G., & Helena, E. T. S. (2017). Utilização de plantas medicinais como remédio caseiro na Atenção Primária em Blumenau, Santa Catarina, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 22(8), 2703-2712.

Published

26/09/2020

How to Cite

COSTA, P. V. D. P. .; SILVA, J. M. L. da .; COSTA, A. C. de S. da .; CUNHA, A. G. .; MATOS, A. L. de A. .; CARVALHO, M. A. .; MONTEIRO, Y. C. .; SOUZA, L. C. de .; COSTA, B. S. da .; SOUSA, C. V. V. de .; SOUZA, A. L. R. .; SAMPAIO , D. L. .; MENDES, A. P. de S. . Health education during prenatal care for the prevention and control of gestational hypertension: an experience report. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e2959108505, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8505. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8505. Acesso em: 28 jun. 2022.

Issue

Section

Health Sciences