Double demands on the care of the aging patient during psychiatric hospitalization

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8709

Keywords:

Hospitals psychiatric; Aging; Clinical diagnosis; Comorbidity.

Abstract

The patient with mental disorder may experience an accelerated aging process when compared to the general population. Psychiatric hospitalization is a moment of disruption of mental function, which can contribute to the worsening of pre-existing clinical conditions, or even the emergence of comorbidities, increasing the complexity of the patient's condition. This study aimed to investigate the health care demands of aging patients with mental disorders. Quantitative approach, with temporal cut and use of simple descriptive statistics and measures of central tendency in data analysis. It was possible to prove, through the collected medical records, that almost half of the patients had clinical diagnosis and/or health problems related to physical problems. Considering the complexity of care towards aging patients with mental disorders, which can present comorbidities of physical nature, it is important to identify physical health problems early, as well as to prevent chronic non-communicable diseases, during and after hospitalization.

Author Biographies

Emiliane Cunha Ferreira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre em Enfermagem na Universidade Federal do Rio de Janeiro

Jaqueline Da Silva , Universidade Federal do Rio de Janeiro

  Profª Jaqueline Da Silva, PhD - Escola de Enfermagem Anna Nery –EEAN / UFRJ

Vivian dos Santos Teixeira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre em Atenção Psicossocial no Instituto de Psiquiatra na Universidade Federal do Rio de Janeiro

Claudia Barbastefano Monteiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Graduação em Enfermagem pela Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac (1986), Habilitação em Enfermagem de Saúde Pública pela Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac (1987), Licenciatura pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1995), pós-graduação lato sensu em Assistência ao Psicótico, pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ/IPUB (2000) e mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2004). Doutora em Ciências pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2019). Servidora  do Instituto de Psiquiatria da Universidade do Brasil/UFRJ no cargo de enfermeira assistencial das enfermarias e  preceptora da Escola de Enfermagem Anna Nery e da Residência Multiprofissional do IPUB/UFRJ. Atualmente no Polo de assistência em saúde mental dos trabalhadores da UFRJ - SAPS.  Experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem Psiquiátrica, atuando principalmente nos seguintes temas: enfermagem, enfermagem psiquiátrica, psiquiatria, saúde pública, atenção à saúde mental e saúde do trabalhador.

References

Abernathy, K., Zhang, J., Mauldin, P., Moran, W., Abernathy, M., Brownfield, E., & Davis, K. (2016). Acute care utilization in patients with concurrent mental health and complex chronic medical conditions. Journal of Primary Care & Community Health, 7(4), 226–233. https://doi.org/10.1177/2150131916656155

Assis, A. D. De. (2019). Itinerário terapêutico em situação de comorbidade: desafios para a integralidade do cuidado em saúde mental. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, 11(29), 33–46.

Baeza, F. L. C. (2017). Desfechos negativos entre pacientes internados em unidade psiquiátrica de hospital geral: um estudo longitudinal. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Brasil, M. da S. Lei 8.080 de 19 de setembro de 1990 (1990).

Brasil, P. da R. Lei 10216, de 6 de abril de 2001 (2001).

Dalgalarrondo, P. (2019). Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais. (Artmed, Org.) (3a). São Paulo.

Henna, E. S. (2015). Experiências narradas: caminhos da loucura entre hospitais psiquiátricos e serviços comunitários de saúde mental (Grande ABC/São Paulo, 1988-2014). Casa de Oswaldo Cruz – FIOCRUZ.

Nascimento, L. A. do, & Leão, A. (2019). Estigma social e estigma internalizado: a voz das pessoas com transtorno mental e os enfrentamentos necessários. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, 26(1), 103–121. https://doi.org/10.1590/s0104-59702019000100007

Panizzutti, B. S. (2016). O papel dos marcadores biológicos como indicativos de envelhecimento precoce no Transtorno Bipolar. Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Porto Alegre.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. (U. UFSM, NTE, Org.), Metodologia da Pesquisa Científica. Santa Maria - RS. Recuperado de https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1. Acesso em: 30 setembro 2020.

Polit, D. F., & Beck, C. T. (2019). Fundamentos de Pesquisa em Enfermagem: Avaliação de Evidências para a Prática da Enfermagem (9o ed). São Paulo: Artmed.

Walker, E. R., McGee, R. E., & Druss, B. G. (2015). Mortality in Mental Disorders and Global Disease Burden Implications. JAMA Psychiatry, 72(4), 334. https://doi.org/10.1001/jamapsychiatry.2014.2502

Published

02/10/2020

How to Cite

FERREIRA, E. C. .; SILVA , J. D. .; TEIXEIRA, V. dos S. .; MONTEIRO, C. B. . Double demands on the care of the aging patient during psychiatric hospitalization. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e4149108709, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8709. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8709. Acesso em: 8 aug. 2022.

Issue

Section

Health Sciences