The university goes to the field: report on the participatory construction of a memory space of minas artesanal cheese from Campo das Vertentes, Minas Gerais State, Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8967

Keywords:

Minas Artesanal Cheese; Identity; Perception; Transdisciplinarity; Visual narrative.

Abstract

This article is part of the master’s thesis of the Interdepartmental Program of Post-graduate Program in Arts, Urbanities and Sustainability of the Federal University of São João del Rei/MG. The objective was to understand the perception of the producers of artisanal Minas cheese producers from Campo das Vertentes / MG in relation to their own activity, having as its north the analysis of their daily poetics and the rescue of their memories. It also sought to reconcile science and art, inspiring participation, the exchange of knowledge, and strengthening collective identity through the construction of a place of memory. This study has extensionist character, qualitative and linked to research-action. In addition to a bibliographic review, interviews and a photographic experience were conducted that recorded the daily expressions of the activity generating a visual and identity narrative of this group of people, corroborating for the construction of a space of identity and memory of this activity. It was possible to conclude that contemporary influences interfere directly on the daily life of these producers, leading them to break paradigms in search of maximization of results and facilitation of daily routines. In this sense, the current market pattern imposes on these producers the dissemination of new social behaviors and a process of cultural homogenization.

References

Achutti, L. E. R. & Hassen, M. N. A. (2004). Caderno de campo digital: antropologia em novas mídias. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, 21(10), 273-89.

Bogéa, H. Importância da preservação da memória. Pará, 15 de julho de 2011. Recuperado de <http://www.hiroshibogea.com.br/importancia-da-preservacao-da-memoria/>.

Castro, R. D. Queijo Minas artesanal fresco de produtores não cadastrados da mesorregião do Campo das Vertentes/MG: Qualidade microbiológica e físico-química em Diferentes épocas do ano. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2015.

Cosentino, M. C. A memória coletiva e a construção da identidade em famílias da Sociedade Israelita de Ribeirão Preto. Dissertação (Mestrado em Psicologia) da Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto/SP. 2013.

Costa, M. C. V. Pesquisa em educação: Concepções de ciência, paradigmas teóricos e produção de conhecimentos. Caderno Pesquisa de São Paulo, nº 90, 15-20.

D´Ambrósio, U. Transdisciplinaridade. São Paulo: Palas Athenas, 1997.

Dusi, G. A. & Assis, A. G. O Pólo de excelência como articulador do desenvolvimento sustentável dos segmentos de produção e transformação do leite e derivados. In. A cadeia produtiva do leite na mesorregião Campos das Vertentes de Minas Gerais. Editores, Alziro Vasconcelos Carneiro... [et al.], - São João del-Rei: Ed. UFSJ; Juiz de Fora: Embrapa Gado de Leite, 2011. 160p.

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (2016). Guia Técnico para implantação de Boas Práticas de Fabricação em unidades produtoras do Queijo Minas artesanal. Recuperado de <http://www.emater.mg.gov.br/doc/intranet/uploa d/QUEIJO_SITE/cartilha_queijo%202.pdf>

Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (2016). Curso de maturação de queijo. Recuperado de <http://www.senarminas.org.br/Noticia.aspx?Code=12304&Portal =2&PortalNews=2&ParentCode=73&ParentPath=None&ContentVersion=R >.

Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (2017). Governo garante R$ 2,2 milhões para o Queijo Minas Artesanal. Recuperado de < http://www.faemg.org.br/ Noticia.aspx?Code=14021&Portal=1&PortalNews=1&ParentCode=139&ParentPath=None&ContentVersion=R>.

Flick, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman, 2004.

Frehse, F. Potencialidades do método regressivo- progressivo: pensar as cidades, pensar a história. Tempo social; Rev. Sociol. USP, S. Paulo 13(2),169-184, Novembro, 2001.

Gil, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. (5a ed.) São Paulo: Atlas, 1999.

Godoi, C. K., & Balsini, C. P. V. A. A pesquisa qualitativa nos estudos organizacionais brasileiros: uma análise bibliométrica. In: Godoi. C. K., Mello, R. B., Silva, A. B. (organizadores). Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais – Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Saraiva, 2006.

Guerin, M. Memória e conformação da identidade nos integrantes dos movimento de “Madres y Abuelas de Plaza de Mayo”. Dissertação (Mestrado em Estudos Comparados Sobre As Américas) pela Universidade de Brasília (2009).

Halbwachs, M. A memória coletiva. Tradução de Beatriz Sidou. (2a ed.) São Paulo: Centauro, 2013.

Horn, E. L. Fotografia Expandida: o documentário imaginário de uma paisagem submersa entre a a arte contemporânea e o documental. Dissertação (Mestrado em comunicação) do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará. Fortaleza/CE. 2012.

Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA). Processo de Registro: Modo de fazer do queijo artesanal do Serro. Belo Horizonte. Julho 2002.

Leff, E. Pensar a complexidade ambiental, in. A complexidade ambiental. SP: Editora Cortez, (2a ed.), cap.1, Pag. 15. 2003;

Manifesto Arteciência. 2011. Recuperado de < http://www.arteesustentabilidade.c om/biblioteca>.

Martins, M. R. & Conterato, M. A. Ruralidades e ação coletiva através do turismo: construindo o desenvolvimento rural. Revista brasileira de ecoturismo. São Paulo, 6(1), 269-84.

Meneses, J. N. C. Queijo artesanal de Minas: patrimônio cultural do Brasil. (1), Dossiê interpretativo, Belo Horizonte. 2006.

Moreno, V. J. Caracterização físico-química do queijo Minas artesanal da microrregião Campo das Vertentes. Dissertação (Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia do Leite e Derivados, área de concentração: Qualidade do Leite e Derivados). Universidade Federal de Juiz de Fora. Juiz de Fora/MG, 2013.

Moura, A. de P. Campo das Vertentes: sua origem e sua característica. In. As Minas Gerais, 2002. Recuperado de <http://www.asminasgerais.com.br/?item=CONTEUDO&codConteu doRaiz=87>.

Netto, J. P. & Carvalho, M. do C. B. de. Cotidiano, conhecimento e crítica. São Paulo: Cortez, 2012.

Nobre, I. de M. 2009. A fotografia como narrativa visual. Revista Inter Legere. (5a ed.), Rio Grande do Norte/RN. Pg 66-82.

Nora, P. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Tradução de Yara Aun Khoury. Projeto História. São Paulo: PUC-SP. (10), 12. 1993.

Pereira, P. C. X. Reestruturação imobiliária em São Paulo (SP): especificidade e tendência. In: Silveira, R. L. L., Pereira, P. C. X., Ueda, V. (Org). Dinâmica imobiliária e reestruturação urbana na América Latina. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2006. 45 a 63.

Porto, M. P. & Steindel, G. E. A construção de um lugar de memória digital dos bombeiros militares catarinenses com uso da Wiki. XVII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (XVII ENANCIB) -GT 10 – Informação e Memória. Salvador/BA. 2016.

Riojas, J. A complexidade ambiental na universidade. In: Leff, E. et al. A complexidade ambiental. São Paulo: Cortez, 2003.

Rodrigues, F. Os novos rurais. Página 22, (101), 44-48. Recuperado de .

Rodrigues, M. Memória, patrimônio, bibliotecas nacionais e a construção da identidade coletiva. Revista Em Questão, Porto Alegre, 21(2), 243-62. Recuperado de <http://dx.doi.org/10.19132/1808-5245212.243-262>.

Sampaio, J. dos R. A pesquisa qualitativa entre a fenomenologia e o empirismo formal. Revista de Administração, São Paulo, 36, 16-24.

Thiollent, M. Metodologia da Pesquisa-Ação. São Paulo: Cortez,1985.

Tiszler, M. Mudança social: uma arte? Empreendimentos sociais que utilizam a arte como forma de mudança. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, 41(6), 1017-34.

Published

08/10/2020

How to Cite

PEREIRA JUNIOR, E. R.; REIS, R. de S. The university goes to the field: report on the participatory construction of a memory space of minas artesanal cheese from Campo das Vertentes, Minas Gerais State, Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e5559108967, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8967. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8967. Acesso em: 27 jun. 2022.

Issue

Section

Human and Social Sciences