Evaluation of the quality of Primary Health Care services from the perspective of nurses

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.9075

Keywords:

Nursing; Primary health care; Health services evaluation.

Abstract

Objective: to assess, from the nurses' perspective, the presence and extent of the attributes of primary health care. Methodology: an evaluative study with a quantitative approach, carried out through the application of the Primary Care Assessment Tool professional version, with 66 nurses. Descriptive analysis (mean and standard deviation) and analytical (Pearson coefficient with significance p < 0.05) were performed. Results: The Family Health units obtained the essential, derived and general score higher than the Primary Care units, indicating a high orientation for primary health care. The accessibility and availability of services was assessed with low orientation in both types of services. A negative and significant correlation was identified between nurses' working time in Primary Care units and the attribute Comprehensiveness – Provided Services. Conclusion: Nurses need to implement the structuring elements of primary health care in their daily work to qualify and consolidate the assistance provided.

Author Biographies

Jhayne Fonda Barra, Universidade Federal de Juiz de Fora

Mestre em Enfermagem pela Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora

Mariana Coelho Moura Garcia, Universidade Federal de Juiz de Fora

Enfermeira pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Cosme Rezende Laurindo, Universidade Federal de Juiz de Fora

Mestrando em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Thiago Cesar Nascimento, Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora

Pós-Doutorado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Docente da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Fernanda Moura Lanza, Universidade Federal de São João del-Rei

Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais. Docente da Universidade Federal de São João del-Rei.

Angélica da Conceição Oliveira Coelho, Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutora em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais. Docente da Universidade Federal de Juiz de Fora.

References

Akerman, M., & Furtado J. P. (Orgs). (2016). Práticas de avaliação em saúde no Brasil: diálogos. Série Atenção Básica e Educação na Saúde. Porto Alegre: Editora Rede UNIDA. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://historico.redeunida.org.br/editora/biblioteca-digital/serie-atencao-basica-e-educacao-na-saude/praticas-de-avaliacao-em-saude-no-brasil-dialogos-pdf.

Antunes, B. S., Padoin, S. M. M., Paula, & C. C. (2018). Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde: criança e adolescente vivendo com HIV. Esc. Anna Nery, 22(2), e20170233. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.scielo.br/pdf/ean/v22n2/pt_1414-8145-ean-22-02-e20170233.pdf.

Araújo, R. L., Mendonça, A. V. M., & Sousa, M. F. (2015). Percepção dos usuários e profissionais de saúde no Distrito Federal: os atributos da atenção primária. Saúde debate, 39(105), 387-399. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-11042015000200387&script=sci_abstract&tlng=pt.

Barra, J. F., Garcia, M. C. M., Silva, E. A., Leite, I. C. G., Lanza, F. M., & Coelho, A. C. O. (2020). Acessibilidade na Atenção Primária: como avaliam os profissionais de saúde? Rev. enferm. Cent.-Oeste Min., 10, e3630. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/3630/2420.

Bassoto, T. R. P. (2012). Estratégia de Saúde da Família: o papel do enfermeiro como supervisor e educador dos ACS. Monografia, Universidade Federal de Minas Gerais, Governador Valadares, MG, Brasil.

Branquinho, I. D., & Lanza, F. M. (2020). Eixos estruturantes da atenção primária na saúde da criança: revisão integrativa. Research, Society and Development, 9(10), e4569108740. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8740.

Brasil. (2020). Manual do Instrumento de Avaliação da Atenção Primária à Saúde: PCATool-Brasil – 2020. Brasília: Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/20200506_Pcatool_versao_preliminar_Final.pdf.

Cardoso, C. S., Pádua, C. M., Rodrigues-Júnior, A. A., Guimarães, D. A., Carvalho, S. F., Valentin, R. F., Abrantes, R., & Oliveira, C. L. (2013). Contribuição das internações por condições sensíveis à atenção primária no perfil das admissões pelo sistema público de saúde. Rev. panam. salud pública, 34(4), 227-234. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://scielosp.org/pdf/rpsp/v34n4/03.pdf.

Chomatas, E., Vigo, A., Marty, I., Hauser, L., & Harzheim, E. (2013). Avaliação da presença e extensão dos atributos da atenção primária em Curitiba. Rev. bras. med. fam., 8(29), 294-303. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/828/587.

D’Avila, O. P., Pinto, L. F. S., Hauser, L., Gonçalves, M. R., & Harzheim, E. (2017). O uso do Primary Care Assessment Tool (PCAT): uma revisão integrativa e proposta de atualização. Ciênc. Saúde Colet., 22(3), 855-865. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141381232017002300855&lng=pt.

Ferreira, V. D., Oliveira, J. M., Maia, M. A. C., Santos, J. S., Andrade, R. D., & Machado, G. A. B. (2016). Avaliação dos atributos da Atenção Primária à Saúde em um Município Mineiro. Esc. Anna Nery, 20(4), e20160104. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452016000400221.

Gomes, M. F. P., & Fracolli, L. A. (2018). Avaliação da estratégia saúde da família sob a ótica dos profissionais. Rev. Bras. Promoç. Saúde, 31(3), 1-13. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/7108/pdf.

Hauser, L., Castro, R. C. L., Vigo, A., Trindade, T. G., Gonçalves, M. R., Stein, A. T., Dunca, B. B., & Harzheim, E. (2013). Tradução, adaptação, validade e medidas de fidedignidade do Instrumento de Avaliação da Atenção Primária à Saúde (Pcatool) no Brasil: versão profissionais de saúde. Rev. bras. med. fam. Comunidade, 8(29), 244-255. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/821.

Lima, E. F. A., Sousa, A. I., Leite, F. M. C., Lima, R. C. D., Souza, M. H. N., & Primo, C. C. (2016). Avaliação da Estratégia Saúde da Família na Perspectiva dos Profissionais de Saúde. Esc. Anna Nery Rev. Enferm., 20(2), 275-280. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452016000200275.

Linard, A. G., Castro, M. M., & Cruz, A. K. L. (2011). Integralidade da Assistência na compreensão dos profissionais da Estratégia Saúde da Família. Rev. gaúch. Enferm., 32(3), 546-53. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://seer.ufrgs.br/index.php/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/16808/13938.

Montello, F. M., Monturil, L. A., Moura, E. F., Barasuol, A. M., Dodero, S. R., Maciel, E. S., & Quaresma, F. R. P. (2019). Avaliação dos atributos da Atenção Primária à Saúde: visão dos profissionais. Enferm. Foco, 10(6), 111-117. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/2778/659.

Pelegrini, A. H. W. (2013). Produção do cuidado de enfermeiros em atenção primária a saúde no atendimento em situações de urgência. Tese, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Penso, J. M., Périco, E., Oliveira, M. M. C., Strohschoen, A. A. G., Carreno, I., Rempel, C. (2017). Avaliação da Atenção Primária à Saúde utilizando o Instrumento PCATool-Brasil. Rev. bras. med. fam. Comunidade, 12(39), 1-9. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1212/845.

Portaria MS n°. 4.279, de 30 de dezembro de 2010. (2010). Estabelece diretrizes para a organização da Rede de Atenção à Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Brasília, DF. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.jusbrasil.com.br/diarios/24023258/pg-88-secao-1-diario-oficial-da-uniao-dou-de-31-12-2010.

Portaria MS nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. (2017). Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde. Brasília, DF. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html.

Rolim, L. B., Monteiro, J. G., Meyer, A. P. G. F. V., Nuto, S. A. S., Araújo, M. F. M., & Freitas, R. W. J. F. (2019). Evaluation of Primary Health Care attributes of Fortaleza city, Ceará State, Brazil. Rev. Bras. Enferm., 72(1), 19-26. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672019000100019.

Santos, N. A., Lima, D. R., Gontijo, M. K. B., Martins, M. A., Leite, G. R., Silva, L. A., & Maia, L. G. (2017). Avaliação dos atributos da Atenção Primária à Saúde por profissionais de saúde. Rev. APS, 20(3), 339-348. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/15964.

Sisson, M. C., Andrade, S. R., Giovanella, L., Almeida, P. F., Fausto, M. C. R., & Souza, C. R. P. (2011). Estratégia de Saúde da Família em Florianópolis: integração, coordenação e posição na rede assistencial. Saúde Soc. (online), 20(4), 991-1004. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-12902011000400016&script=sci_abstract&tlng=pt.

Starfield, B. (2002). Atenção primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: UNESCO. Recuperado em 09 outubro 2020, de https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/0253.pdf.

Turci, M. A., Lima-Costa, M. F., & Macinko, J. (2015). Influência de fatores estruturais e organizacionais no desempenho da atenção primária à saúde em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, na avaliação de gestores e enfermeiros. Cad. Saúde Pública, 31(9), 1941-1952. Recuperado em 09 outubro 2020, de http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2015000901941&lng=en&nrm=iso&tlng=pt.

Published

11/10/2020

How to Cite

BARRA, J. F.; GARCIA, M. C. M.; LAURINDO, C. R.; NASCIMENTO, T. C.; LANZA, F. M.; COELHO, A. da C. O. Evaluation of the quality of Primary Health Care services from the perspective of nurses. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e6319109075, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.9075. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/9075. Acesso em: 28 jun. 2022.

Issue

Section

Health Sciences