Characterization of cattle feedlots in the Pará State

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i5.14893

Keywords:

Beef cattle; Production systems; Productive intensification; Brazilian Amazon.

Abstract

The objective of this work was to characterize the containment systems in the microregions of Cametá, Guamá, Tomé-Açu, Bragantina and Paragominas in the state of Pará. For this, 20 producers were interviewed using a semi-structured script containing open and closed questions by qualitative and quantitative approaches. The selection of the sample was based on the snowball technique and the application of the information was evaluated in August and September 2019. The interview script contained 101 questions aimed at identifying the owner, general characterization of the property, characterization of the production unit considering animals and the structure of the production system. The data obtained were obtained in Excel spreadsheets and processed with IBM SPSS Statistics software version 22.0SPSS to perform descriptive statistical analyzes and inferences compared with the literature. We conclude that the exploitation of the containment system in the region is recent and has grown over the past 10 years. The producers have a medium to high level of education, which facilitates access to technology and technical assistance that was observed in all cases. In most properties the activity is carried out in the dry season to maintain weight gain as the main objective. In general, there is an adequate structure to carry out activities, with the inclusion of improved genetics in herds and few cases of disease mortality in the terminal phase of beef cattle. Meat quality programs in slaughterhouses can encourage an increase in the use of technology in the region.

Author Biographies

Débora Alves de França Freire, Universidade Federal Rural da Amazônia

Zootecnista graduada pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Paragominas, Pará, Brasil.

Bruno Cabral Soares, Universidade Federal Rural da Amazônia

Médico Veterinário. Doutor em Ciência Animal. Professor da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Paragominas, Pará, Brasil

Aníbal Coutinho do Rêgo, Universidade Federal Rural da Amazônia

Engenheiro Agrônomo. Doutor em Zootecnia. Professor do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Produção Animal da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Belém, Pará, Brasil.

Bruno Moura Monteiro, Universidade Federal Rural da Amazônia

Médico Veterinário. Doutor em Reprodução Animal. Professor do Instituto da Saúde e Produção Animal (ISPA) da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Belém, Pará, Brasil.

Letícia de Abreu Faria, Universidade Federal Rural da Amazônia

Zootecnista. Doutora em Solos e Nutrição de Plantas. Professora da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Paragominas, Pará, Brasil.

Arlison Santos dos Santos, Universidade Federal Rural da Amazônia

Acadêmico do curso de Zootecnia da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Paragominas, Pará, Brasil.

Andreza Araújo Cardoso, Universidade Federal Rural da Amazônia

Acadêmica do curso de Zootecnia da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Paragominas, Pará, Brasil.

Núbia de Fátima Alves dos Santos, Universidade Federal Rural da Amazônia

Engenheira Agrônoma. Doutora em Ciências Agrárias. Professora da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Paragominas, Pará, Brasil.

Marcos Antônio Souza dos Santos, Universidade Federal Rural da Amazônia

Engenheiro Agrônomo. Doutor em Ciência Animal - Gestão de Sistemas Pecuários. Professor do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PGAGRO) da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Campus Belém, Pará, Brasil.

References

Abiec (2018). Associação Brasileira Das Indústrias Exportadoras de Carnes. Perfil da pecuária no Brasil.

Alves, L. W. R., Carvalho, J. M., & Silva, L. G. T. (2014). Diagnóstico agrícola do município de Paragominas, PA. Embrapa, 26 p.

Andrade, E. N. de. et al. (2008). Ocorrência de lesões em carcaças de bovinos de corte no Pantanal em função do transporte. Ciência Rural, 38(7), 1192-1994.

Bastos, T. X. et al. (2005). Características agroclimáticas do munícipio de Paragominas. Embrapa, 21 p.

Bezerra, L. R. et al. (2013). Caracterização de propriedades agrícolas para pecuária de corte. Comunicata Scientiae. 4(1). 75-76.

Boni, V., & Quaresma, S. J. (2005). Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em ciências sociais. Revista Eletrônica dos Pós-graduandos em sociologia Política da UFSC. 2(1) 70-76.

Brasil (2012). Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa. Presidência da república.

Carenagto, J. P. et al. (2017). Caracterização dos confinamentos de bovinos de corte na região do meio oeste catarinense. Revista eletrônica Nutritime. 14(4) 6077-6078.

Faugier, J., & Sargeant, M. (1997). Sampling hard to reach population. Journal of Advanced Nursing. 26(1). 790-797.

Gerhardt, T. E., & Silveira, D. F. (2009). Métodos de pesquisa.

Gomes, R. da C., Feijó, G. L. D., & Chiari, L. (2017). Evolução e qualidade da pecuária brasileira.

Ibge (1990). Instituto brasileiro de geografia e estatística. Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas. 137 p.

Lanna, D. P. D., & Almeida, R. de (2005). A terminação de bovinos em confinamento. Visão agrícola. (3). 55-57.

Mac-Lean, P. A. B. et al. (2011). Sombra artificial e método de fornecimento de concentrado no comportamento e desempenho de bezerros desmamados. Acta Scientiarum Animal Sciences, 33(4). 2011.

Maia, J. T. da S. (2014). Análise bioeconômica da produção de novilhos precoces de diferentes grupos genéticos terminados em confinamento, em Paragominas, Pará. Dissertação (Mestrado em Ciência animal) – Universidade Federal do Pará, Pará.

Oliveira, F. S. de. (2017). Análise do sistema de confinamento de bovinos de corte no mercado brasileiro. Dissertação (Mestrado em agronegócio). Universidade de Brasília.

Pires, A. V. (2010). Bovinocultura de corte. 760 p.

Polizel Neto, A. et al. (2015). Perdas econômicas ocasionadas por lesões em carcaças de bovinos abatidos em matadouro-frigorífico do norte de Mato Grosso. Pesquisa Veterinária Brasileira, 35(4) 324-325.

Quadros, D.G. (2015). Sistema de produção de bovino de corte. In: Apostila técnica do curso sistema de produção de bovino de corte.

Quintiliano, M. H., & Costa, M. J. R. P. da. (2019). Influência do bem-estar animal na eficiência de sistemas de produção intensivo de bovinos. <https://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/601b97e89c5b7262cc3b73bf66e2dd3a.pdf>.

Soares, B. C. (2017). Perfil das unidades produtoras e índices de desempenho produtivo da pecuária leiteira bovina de Rondon do Pará, estado do Pará. Tese Doutorado (Ciência animal) Instituto de Medicina Veterinária. Universidade Federal do Pará. Belém.

Thiago, L. R. L. de S. (1996). Confinamento de bovinos. Embrapa. 85 p.

Vale, B. P. et al. (2019). The Expansion of Intensive Beef Farming to the Brazilian Amazon. Global Environmental Change, 57 (2019) 101922

Wilkison, A. (2015). In Brazil, cattle industry begins to help fight deforestation. <https://www.sciencemag.org/news/2015/05/brazil-cattle-industry-begins-help-fight-deforestation>.

Published

09/05/2021

How to Cite

FREIRE, D. A. de F.; SOARES, B. C.; RÊGO, A. C. do; MONTEIRO, B. M.; FARIA, L. de A.; SANTOS, A. S. dos; CARDOSO, A. A.; SANTOS, N. de F. A. dos; SANTOS, M. A. S. dos. Characterization of cattle feedlots in the Pará State. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 5, p. e35410514893, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i5.14893. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14893. Acesso em: 30 jan. 2023.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences