Technological resources available in schools in Brazil from 2019 to 2020: panoramic perspective

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i2.25586

Keywords:

IT; Administrative dependency; Regions; Schools.

Abstract

Organized this article by developing, initially, a brief presentation of the data on Technological Resources available in schools according to administrative dependence - Brazil - 2019, later we also present data on Technological Resources available in schools according to administrative dependence - Brazil - 2020 and Technological resources available in schools according to regions - Brazil - 2020. And finally, let's see the difference between the year 2019 and 2020, we bring a theoretical discussion about the importance of technological resources in schools. Technological resources reach the most diverse areas of knowledge and are present in people's daily lives. Therefore, we believe that teachers have a role to play in this process, which is to test existing tools and new ones that may arise in order to decide together with students, to what extent such resources are essential to facilitate and catalyze production and dissemination of knowledge.

References

Akbar, M. (2016). Digital technology shaping teaching practices in higher education. Frontiers in ICT, 3, 1. https://doi.org/10.3389/fict.2016.00001.

Behrens, M. A. (2013).Novas Tecnologias e mediação pedagógica. São Paulo: Papirus, 2000.

CASAL, J. A Tecnologia como estratégia de Promoção da Motivação e Autonomia na aprendizagem. Atas da VIII Conferência de TIC na Educação: Challenges 2013. Universidade do Minho, pp. 616-627. [Em linha]. Disponível em <http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/26763>.

Chaves, E. O. C. (1998). Tecnologia e Educação: o futuro da escola na sociedade da Informação. Campinas: Mindware.

Collins, A.; Brown, J. S. (1986). The computer as a tool for learning through reflection. Washington, DC: Center for the Study of Reading.

Domingues, M.; Treis, A. G.; Oliveira, H. J.; Fernandez, M. (2004). O Uso da Tecnologia de Informação no Ensino de Graduação em Administração em três IES do Vale do Itajaí. IV Colóquio Internacional sobre gestão Universitária na América do Sul.

Ferreira, V. F. (1998). As Tecnologias Interativas no Ensino. Revista Química Nova, v. 21, n. 6, p 780-786.

Gadotti, M. (2000). Perspectivas Atuais da Educação. São Paulo Perspectiva, v. 14, n. 2, abr/jun 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010288392000000200002&script=sci_arttext&tlng=.

Gomes, S. (2013). Brincar em Tempos Digitais. In: Revista Presença Pedagógica Diálogo entre Universidade e Educação Básica para Formação do Professor. Seção Presença Infantil. Belo Horizonte, n. 113, p. 44-51.

Hanson, D.; Burton, D.; Guam, G. (2006). Six Concepts to Help You Align With NCLB. The Technology Teacher, v. 66, n. 1, p. 17-20.

Kalinke, M. A. (1999). Para não ser um professor do século passado. Curitiba: Gráfica Expoente.

Kenski, V. M. (2004). Tecnologias e ensino presencial e a distância. 2. ed. Campinas: Papirus.

Leite, L. S.; Pocho, C. L.; Sampaio, M. N. (2003). Tecnologia educacional: descubra suas possibilidades na sala de aula. Rio de Janeiro: Vozes.

Macedo, T. (2008). As Tecnologias da Informação e Comunicação como Ferramenta de Enriquecimento para a Educaçã. [Em linha]. Disponível em <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/61-4.pdf>.

Makarova, E. A.; Makarova, E. L. (2017). Особенности п р о ф е с с и о н а л ь н о - о р и е н т и р о ва н н о го обучения в компетентностном образовательном пространстве: монография, [Features professionally-oriented training in competency-based educational space: mono¬graph]. М, ИНФРА-М, 130 p. УДК 378(075.4), ISBN 978-5-16-012617-3.

Mercado, L. P. L. (1999). Formação continuada de professores e novas tecnologias. Maceió. EDUFAL.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e Diretoria de Estatísticas Educacionais. Censo escolar de 2020. Brasília, 29 de janeiro de 2021.

Moran, J. M.(2007). Desafios na Comunicação Pessoal. 3. ed. São Paulo: Paulinas.

Moura, A. (2010). Apropriação do Telemóvel como Ferramenta de Mediação em Mobile Learning: Estudos de Caso em Contexto Educativo. Tese de doutoramento apresentada na Universidade do Minho. [Em linha]. Disponível em <https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/13183/1/Tese%20Integral.pdf>.

PAiva, J.; Morais, C.; Paiva, J. (2010). Referências importantes para a inclusão coerente das TIC na educação numa sociedade “sistémica.” Educação, Formação e Tecnologias, 3(2), pp. 5‐17. [Em linha]. Disponível em <http://eft.educom.pt/index.php/eft/article/view/138>.

Perrenoud, P. (2000). Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul.

Pires, A. M. (2012). Educação do campo como direito humano. São Paulo: Cortez.

Prado. M. E. B. (2010). O aprender e a informática: a arte do possível na formação do professor. Disponível em http:/www.aprendendoinformatica.com.br//.

Santos, C. A. (2017). Competência em Informação na formação básica dos estudantes da Educação Profissional e Tecnológica.

Soster, T. (2011). O Uso da Tecnologia da Informação e Comunicação no Processo de Ensino e Aprendizagem. 2011. Dissertação de mestrado apresentada na Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. [Em linha]. Disponível em<http://www.egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/o_uso_da_tecnologia_da_informacao_e_comunicacao_no_processo.pdf>.

Teixeira, S. (2012). A importância do Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação na Prática Pedagógica e na motivação da aprendizagem. Trabalho apresentado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2012. [Em linha]. Disponível em <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/102810>.

Teodoro, V. D.; Freitas, J. C. (1992). Educação e Computadores. Desenvolvimento dos sistemas educativos. Lisboa: Ministério da Educação, Gabinete de Estudo e Planeamento (GEP), 28 p.

Vassalo, S. (2015). A (In)disciplina em alunos com PDAH em sala de aula: um estudo exploratório. Projeto de Investigação não publicado, apresentado à Universidade Fernando Pessoa.

Published

23/01/2022

How to Cite

TORRES, L. S. V. . Technological resources available in schools in Brazil from 2019 to 2020: panoramic perspective. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 2, p. e20311225586, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i2.25586. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/25586. Acesso em: 30 may. 2024.

Issue

Section

Education Sciences