Evaluation of learning as a pedagogical act: the constructive error

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i2.25756

Keywords:

Pedagogical Act; Learning Assessment; Constructive error.

Abstract

This article deals with assessment as a pedagogical act, considering the learning and development of students. In its wake, the importance of error as a didactic factor in learning is addressed. In this sense, it aims to reflect on constructive error as a component of the pedagogical act, from the perspective of learning assessment. As a method, it uses bibliographic research, in an approach characterized as qualitative. The study is justified in order to answer how error can be considered as a component of the pedagogical act of learning assessment. The results show that constructive error, as a way of evaluating, is configured as one of the components of the pedagogical act of learning evaluation. It is concluded as urgent the need to understand that the errors presented in the evaluation processes can be interpreted not only as a thermometer to measure who was better or worse, but as a starting point for progress. As a future contribution, there is a possibility of promoting an improvement in student learning, thus assuming a pedagogical function.

References

Abrahão, M. H. M. B. (2007). Estudos sobre o erro construtivo – uma pesquisa dialógica. Educação, 30(4). Recuperado em 5novembro, 2021, de https://revistaseletronicas.pucrs.br/index.php/faced/article/view/3557

Alves, P. T. de A., Oliveira, S. do A., Jucá, S. C. S., e Silva, S. A. da. (2020). Avaliação diagnóstica como estratégia para o aumento da proficiência em Língua Portuguesa. Research, Society and Development, 9(8), e449985480. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5480

Bolzan, L. M.; Fernandes, D. e Antunes, E. D. (2019). Concepções avaliativas no ensino superior de administração. Revista Cesgranrio, 11(32), 376-405. Recuperado em 4 novembro, 2021, de https://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/metaavaliacao/article/view/1998 Acesso em: 4 nov 2021.

Demo, P. (2001, agosto). Papel do Erro. Revista Nova Escola, 144, seção fala mestre, pp. 49- 51.

Esteban, M. T. (org.). (2004). Avaliação: uma prática em busca de novos sentidos. Rio de Janeiro: DP&A.

Fonseca, J. J. S. (2002). Metodologia da Pesquisa Científica. [Apostila]. Fortaleza: UEC.

Freire, P. (1998). Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa (8a ed.). São Paulo: Paz e Terra.

Hoffmann, J. (1991). Avaliação: Mito e Desafio. uma perspectiva construtivista (11a. ed.). Porto Alegre: Mediação.

Hoffmann, J. (1993). Avaliação Mediadora. Uma prática em construção da Pré-escola à Universidade. Porto Alegre: Educação e Realidade.

Hoffmann, J. (2015). Avaliação e Educação infantil: um olhar sensível e reflexivo sobre a criança (20a ed.). Porto Alegre: Mediação.

Infopédia, Erro. (2020) Portal Eletrônico Dicionário Porto editora. Recuperado em 20 outubro, 2021, de https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/erro.

Lakatos, E. M. e Marconi, M. A (2021). Técnicas de pesquisa (9a ed.). São Paulo: Atlas.

Lourdes, D. F. de, Gomes, A., & Carvalho, E. T. de. (2020). Intervenção pedagógica: um trabalho visando a qualidade no processo de ensino-aprendizagem. Research, Society and Development, 9(4), e58942840. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i4.2840

Luckesi, C. C. (2011). Avaliação da Aprendizagem Componente do Ato Pedagógico (1a ed.). São Paulo: Cortez.

Luckesi, C. C. (2015). Avaliação da Aprendizagem: componente do ato pedagógico (2a ed.). São Paulo: Cortez.

Luckesi C. C. (1997). Avaliação da Aprendizagem Escolar (6a ed.). São Paulo: Cortez.

Nogaro, A. e Granella, E. (2004). O erro no processo de ensino e aprendizagem. Revista de Ciências Humanas, 5(5), 31-56. Recuperado em 10 agosto, 2021, de http://revistas.fw.uri.br/index.php/revistadech/issue/view/43.

Perrenoud, P. (1999). Avaliação da Excelência à Regulação das Aprendizagens: entre duas lógicas. Porto Alegre: Artes Médicas.

Santos Júnior, J. F. dos, e Barboza, P. L. (2020). Como o professor de Matemática percebe o erro do aluno resolvendo atividades matemáticas. Research, Society and Development, 9(8), e246985290. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5290

Santos, L. (Org.). (2010). Avaliar para Aprender: relatos de experiências de sala de aula do pré-escolar ao ensino secundário. Portugal: Porto Editora.

Santos, L. (2016). A articulação entre a avaliação somativa e a formativa, na prática pedagógica: uma impossibilidade ou um desafio?. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, 24(92), 637 - 669. Recuperado em 4 novembro, 2021, de https://www.scielo.br/j/ensaio/a/ZyzxQhwSHR8FQTSxy8JNczk/?format=pdf&lang=pt Aces

Silva, E. M. D. da (2008). A virtude do erro: uma visão construtiva da avaliação. Estudos Em Avaliação Educacional, 19(39), 91-114. Recuperado em 4 novembro, 2021, de https://doi.org/10.18222/eae193920082471

Teixeira, E. (2003). As Três Metodologias (6ª ed.). Belém: UNAMA.

Published

26/01/2022

How to Cite

MATIAS, K. de A. .; COSTA-VASCONCELOS , Z. K. Evaluation of learning as a pedagogical act: the constructive error. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 2, p. e33711225756, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i2.25756. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/25756. Acesso em: 21 feb. 2024.

Issue

Section

Education Sciences