Teacher training and ethnic-racial relations in a bilingual school: possibilities and limits

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i2.26215

Keywords:

Education for ethnic-racial relations; Teacher training; Teaching; Pounds.

Abstract

This study presents an excerpt of the studies developed in a Professional Master's Degree in Education, linked to a university located in the extreme south of Brazil. The objective was to identify the perception of educators from a bilingual school about education for ethnic-racial relations and to verify which themes/methodologies they consider fundamental to work with Libras and ethnic-racial relations at school. Methodologically, it is classified as qualitative in nature and procedurally it is a case study, in which a semi-structured questionnaire was used as an instrument for data collection. Results indicate that despite knowing the legislation and knowing that it is mandatory, most did not have initial or continuing training to develop the theme in the classroom. It is also pointed out that educational games and games were the main themes highlighted as fundamental for approaching Libras and ethnic-racial relations. Finally, we emphasize how fundamental it is to encourage research and the production of pedagogical materials on education for ethnic-racial relations in bilingual schools.

References

Alves, S. S., Stoll, V. G., & Lima, Q. C. E. (2016). (Re) Educação das relações étnico-raciais: ação-reflexão na formação de professores na Educação Básica. Revista de Linguagens, Artes e Estudos em Culturas, 2(1), 13-29.

Alves, S. S., Vieira, S. S., Stoll, V. G., & Lima, Q. C. E. (2021). Educação para as Relações Étnico-Raciais: concepções e práticas dos/as docentes da Educação Infantil. Research, Society and Development, 10(3), e12810313141.

Brasil (2002). Lei n. 10.436, de 24 abril de 2002. Casa Civil.

Cerqueira, D., & Coelho, D. S. C. (2017). Democracia racial e homicídios de jovens negros na cidade partida (No. 2267). Texto para Discussão.

Costa, M. F. V. (2004). Jogo simbólico, discurso e escola: uma leitura dialógica do mundo. In: Cruz, S., & Petralanda, M. Linguagem e educação da criança. Fortaleza: UFC.

França, M. G. B., & Barroso, M. C. da S. (2021). O uso de libras com alunos surdos nas disciplinas de Matemática e Ciências. Research, Society and Development, 10(6), e22610614886.

Gil, A. C. (2019) Métodos e técnicas de pesquisa social. (7a ed.). Atlas.

Gil, A. C. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa (6a ed.). Atlas.

Marques, C. J. F., Araújo, L. A. da S., Loureiro, M. C. B., & Munguba, M. C. (2020). A Educação Bilíngue na Universidade Federal do Ceará: o perfil do alunado do curso de Letras Libras. Research, Society and Development, 9(7), e233973891

Minayo, M. C. D. S. (2017). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Vozes.

Miranda, M. G. (2012). Produção didática pedagógica: Lei 10639/2003 e a resistência na escola. Curitiba: Secretaria de Estado da Educação Paraná.

Muller, B. C. (2013). Uma experiência pedagógica com jogos africanus na formação continuada de professores de matemática no município de Serra do Espírito Santo. Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica, 3(1), 41-51.

Munanga, K. (2005) Superando o racismo na escola. Brasília: MEC/SECAD.

Oliveira, E. N., França, S.., Silva, E. N., Rodrigues, C. S., Ziesemer, R. P. M., Feijó, I. G. S., Ximenes Neto, F. R. G., Vasconcelos, M. I. O., Aragão, J. M. N., Costa, M. S. A., Lima, G. F., & Furtado, J. S. (2021). Discriminação racial de jovens negros no Brasil: revisão integrativa. Research, Society and Development, 10(14), e214101422013.

Pimenta, S. G. (2013). Educação em Direitos humanos e formação de professores. In: Relações raciais e formação de professores(as). São Paulo: Cortez, 119-137.

Rodrigues, T. C., & Silva, A. F. (2021). Didáticas das relações étnico raciais: contribuições propositivas para a formação inicial de professores. Roteiro, (46), e26442.

Saviani, D. (2010). Interlocuções pedagógicas. Editora Autores Associados.

Skliar, C. (1998). A escola para surdos e as suas metas: repensando o currículo numa perspectiva bilíngue e multicultural. Cadernos Educacionais FaE/UFPel, (12), 21-34.

Unesco. (1994). Declaração de Salamanca. Unesco.

Vale, J. da S., Costa, L. G. da, & Vale, D. R. de S. (2021). Currículo surdo: a luta contra a hegemonia ouvinte inclusiva. Research, Society and Development, 10(11), e424101119794.

Published

06/02/2022

How to Cite

ROMEU, M. L. P.; ALVES, S. S.; STOLL, V. G.; CHAVES, L. L. Teacher training and ethnic-racial relations in a bilingual school: possibilities and limits. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 2, p. e59311226215, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i2.26215. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26215. Acesso em: 2 mar. 2024.

Issue

Section

Human and Social Sciences