The use of technology in education

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v12i12.43902

Keywords:

Teaching; School; Technology; Transformations; Society.

Abstract

The objective of this study is to describe the role of technology within Education, outlining positive and negative points of its use in schools. The present investigation is characterized as a bibliographical research, of a qualitative nature, as well as being classified as a basic and exploratory research. To collect data, the search platform “Google Scholar” was used, using the descriptors “Technologies and Education”. The objective was not to establish a current state of knowledge, but to find works that discussed the topic of Technology and Education, so that, based on the views of different authors, there could be a debate on the topic. The delimitation of the searches was from 2016 to 2023. The analysis of the results took place through exclusion, separation and interpretation of the findings. Among the main results obtained, it can be said that technology has existed since the beginning of humanity, but due to the transformations that the world has undergone today, it grows and evolves rapidly, becoming part of people's daily lives and present in the most different and varied sectors of work, commerce, industries, leisure, studies, etc. It was seen that its use in education is necessary, as it is part of students' daily lives, but for its use to be effective and to provide meaningful learning, teachers need to have good training. Some positive points found are that technology can promote student learning if used as a means, it can also motivate young people and reduce time and space, one of its negative points is that in many cases it can serve as a distraction.

Author Biographies

Clésio Cássio Almeida Costa, Prefeitura Municipal de Vilhena - RO

Possui graduação em Letras - Português pela Universidade Federal de Rondônia e Pós Graduação em Gestão, Orientação e Supervisão Escolar pela Faculdade Afirmativo. Atualmente é Coordenador Pedagógico na Escola Municipal Chitosse M. Inaba. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Língua Portuguesa e Literatura e em Gestão Escolar. Atuou ainda nos cargos de Diretor Escolar, Coordenador Pedagógico e Secretário Municipal de Educação. Esta cursando o 2 semestre do programa ProfEpt - Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Educação de Rôndonia - IFRO.

Gleziane Soares Viana, Instituto Federal de Mato Grosso

Formada em Pedagogia pela Universidade Federal do Mato Grosso-UFMT, Graduada em Administração pela Faculdade de Ciência e Tecnologia (2007). Especialista em Metodologia de Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação pela Universidade Estadual-UNEB (2008), MBA em Gestão Educacional pelo Centro Universitário Jorge Amado (2012). Atuei 8 anos como supervisora da secretaria acadêmica do Centro Universitário Jorge Amado. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Administração Educacional. Atualmente trabalho na Faculdade de Tecnologia SENAI-MT (FATEC) como Secretária Acadêmica.

Janaína Patricia de Souza e Silva, Secretaria Municipal de Lucas do Rio-Verde-MT

Possui Licenciada em Pedagogia pelo Centro Universitário de Cuiabá (2003). Especialista em Ensino da Língua Portuguesa e Literatura. pelo Instituto Cuiabano de Educação ICE. (2005). Especialista em Educação Infantil, pela Universidade Castelo Branco RJ (2009) Atualmente é professora da Prefeitura Municipal de Lucas do Rio Verde/ MT no fundamental I. Tem experiência na área de Educação Infantil, creche, fundamental I e II. Estou cursando o mestrado em Estudos Literários pela UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso.

Juliana Aparecida Reis Marcelino, Secretaria de Educação do Estado do Mato Grosso

Possui Graduação em Pedagogia pelo Instituto Superior De Educação do Vale do Juruena - ISE - AJES (concluída em 2013). Bem como, Especialização em Educação Especial e Inclusiva pela FAEL (concluída em 2020) e Especialização em Docência para a Educação Profissional e Tecnológica pelo IFMT (concluída em 2022). Trabalhou como Professora da Educação Básica por 3 anos, na Seduc-MT.

Maria Aparecida Nunes de Souza, Prefeitura Municipal de Jataí-GO

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Goiás (1997); Graduação pela Universidade Federal de Goiás em Licenciatura em Artes (2012); especialização em Gestão da Educação Pública (2014); Especialização em Interdisciplinaridade na Educação Básica (2002) Atualmente Gestora de colégio - SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO (GO)- Colégio Estadual Alcântara de Carvalho desde 2011

Natanielly de Paula Freitas, Secretaria de Educação do Estado do Mato Grosso

Possui Graduação em Pedagogia pela Faculdade do Vale do Juruena ? AJES. Pós- graduação em Educação e Escola de Tempo Integral: Desafios e Perspectiva, Área de Conhecimento Educação. Professora efetiva na rede Estadual do Estado de Mato Grosso, lotada na Escola Estadual 7 de Setembro. Atualmente trabalha como professora alfabetizadora. Tem experiência na Educação Infantil como auxiliar pedagógica, na Educação Especial trabalhou durante dois anos como auxiliar no ensino fundamental II na Escola Municipal Padre José de Anchieta. Foi bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência ? Pibid durante toda sua trajetória acadêmica, onde desenvolveu vários trabalhos e algumas publicações acadêmicas. Atualmente cursa Neurociência e Alfabetização.

Queli Cristina Rezende, Secretaria de Educação do Estado do Mato Grosso

Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia Docente da Educação Básica Estadual de Mato Grosso Especialista em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica Tradutor e Interprete de Libras

Valquiria Machado de Oliveira, Secretaria de Educação do Estado do Mato Grosso

Possui curso-tecnico-profissionalizante pela CETES - Centro Educacional Tecnico Suzanense (2005) e ensino-medio-segundo-grau pela E.E.E.M.F Profª Odila Leite dos Santos (1999) . Atualmente ? Tecnica Quimica do Fundação de Amparo ao Ensino e Pesquisa.

References

Alves, E. F. P. (2022). Tecnologia na educação: reflexão para uma prática docente. Brazilian Journal of Development, 8(1), 4227-4238, 2022.

Azevedo, A. L. P. F. (2022). Usos da tecnologia na educação: uma revisão bibliográfica. REUNINA – A Revista de Educação da Faculdade Unina, 3(1), 89-107.

Beland, L. – P. & Murphy, R. (2015). III Communication: technology, distraction & student performance. London. Centre for Economic Performance/London School of Economics and Political Science, 2015. (CEP Discussion Paper, 1350). https://cep.lse.ac.uk/pubs/download/dp1350.pdf.

Bittencourt, P. A. S. & Albino, J. P. (2017). O uso das tecnologiasdigitaisna educação do século XXI. RIAEE–Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, 12(1), 205-214.

Costa, A. B. S. et al. (2023). The use of educational technologies in sexual health education with adolescents. Research, Society and Development, 12(2), e29812240300. https://doi.org/10.33448/rsd-v12i2.40300.

Dantas, D. M. P., Cristovam, F. K. G., Araújo, M. J., Brandão, I. A., Santana, A. M. S., & Pê, S. Z. (2020). The dispatch of the classroom and Digital Technologies. Research, Society and Development, 9(11), e79691110416. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.10416.

Ferigato, E.; Santos, O. S.; Souza, S. M. N. L.; Lima, D. L.; Messias, J. F. & Estender, A. C. (2023). The use of smartphones in schools: Benefits, challenges and educational perspectives. Research, Society and Development, 12(8), e19412843125. https://doi.org/10.33448/rsd-v12i8.43125.

Guenaga, M. et al. (2012). A tool to evaluate the level of inclusion of digital learning objects. Procedia Computer Science, 14, 148-154.

Gil, A. C. (2022). Como elaborar projetos de pesquisa. Atlas.

Kenski, V. M. (2012). Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Editora Papirus.

Kobs, F. F. & Junior, E. F. C. (2016). O papel das tecnologias digitais na educação: perspectivas para além dos muros da escola. Rev. Cienc. Educ., Americana, 34, 41-73.

Kraemer, K. Z. M. et al (2016). Tecnologias digitais na educação básica: desafios e possiblidades. Revista Novas Tecnologias Na Educação, 14(2). https://doi.org/10.22456/1679-1916.70692

Lakatos, E. M. & Marconi, M. A. (2003). Fundamentos de Metodologia Científica. Atlas.

Limeira, G. N., Batista, M. E. P., & Bezerra, J. de S. (2020). Challenges of using the new technologies in higher education in front of the COVID-19 pandemic. Research, Society and Development, 9(10), e2219108415. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8415.

Martins, S. P. et al. (2023). O lugar das tecnologias na Educação Básica: um estado do conhecimento dos anais do EDUCERE (2008-2019). Boletim de Conjuntura (Boca), 15(43), 562-578.

Minayo, M. C. S. (2014). O desafio do conhecimento, pesquisa qualitativa em saúde. (14a ed.), Hucitec.

Oliveira, L. R. (2017). Da inovação pedagógica e do papel da tecnologia na educação: algumas considerações possíveis no quadro do Projeto Gilgamesh. Revista Tempos e Espaços em Educação 10(23), 49-60.

Pereira, N. V., & Araújo, M. S. T. de. (2020). Use of technological resources in Education: paths and perspectives. Research, Society and Development, 9(8), e447985421. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5421.

Pompeo, C. (2014). Professores disputam atenção de alunos com redes sociais. Gazeta do Povo, Londrina, 24 maio de 2014. https://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/professores-disputam-atencao-de-alunos-com-redes-sociais-8i7ugq1uxkjhagjbhy7hgl5ji/.

Prodanov, C. C. & Freitas, E. C. (2013). Metodologia do trabalho científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. (2a ed.), Feevale.

Published

19/11/2023

How to Cite

ROSSI, M.; VILELA, A. K. de S. M. .; COSTA, C. C. A. .; VIANA, G. S. .; SILVA, J. P. de S. e .; MARCELINO, J. A. R. .; SOUZA, M. A. N. de .; FREITAS, N. de P. .; REZENDE, Q. C. .; OLIVEIRA, V. M. de . The use of technology in education. Research, Society and Development, [S. l.], v. 12, n. 12, p. e115121243902, 2023. DOI: 10.33448/rsd-v12i12.43902. Disponível em: https://www.rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/43902. Acesso em: 22 feb. 2024.

Issue

Section

Teaching and Education Sciences